Confira declarações dos pilotos após treino classificatório do GP da Hungria, décima etapa da temporada 2015 do Mundial de F1

Com 1min22s020, Lewis Hamilton conquistou a pole-position para o GP da Hungria de F1. 0s575 mais lento, Nico Rosberg ficou em segundo, com Sebastian Vettel completando o top-3 em Hungaroring

Lewis Hamilton foi o mais rápido no treino que definiu o grid de largada para o GP da Hungria de F1. Neste sábado (25), o #44 cravou 1min22s020 e conquistou a posição de honra com 0s575 de vantagem para Nico Rosberg, o segundo colocado. Sebastian Vettel completou o top-3.
 
0s754 mais lento que o ponteiro, Daniel Ricciardo colocou a Red Bull na quarta colocação do grid, à frente de Kimi Räikkönen, que vai abrir a terceira fila. Valtteri Bottas aparece na sequência, seguido por Daniil Kvyat.
Lewis Hamilton durante a classificação para o GP da Hungria (Foto: AP)
Felipe Massa anotou 1min23s537 em sua melhor volta e, 1s517 mais lento que o líder, ficou com o oitavo posto do grid, com Max Verstappen e Romain Grosjean completando o top-10.
 
Primeiro na lista de corte do Q3, Nico Hülkenberg vai largar em 11º, seguido por Carlos Sainz Jr., Sergio Pérez, Pastor Maldonado, Fernando Alonso, Jenson Button e Marcus Ericsson.
 
Com sua melhor volta em 1min24s997, Felipe Nasr ficou com o 18º posto no grid, apenas à frente das Manor Marussia de Roberto Merhi e Will Stevens.
 
Confira as declarações dos pilotos:
 
RED BULL
 
Daniel Ricciardo, quarto: “Acredito que temos uma chance de bater Sebastian Vettel, realmente acho. A Ferrari não tinha ritmo ontem, então é difícil deduzir onde estão, pois eles obviamente mostraram mais ritmo hoje. Mas nosso ritmo de corrida é muito bom, então acredito que podemos superar Vettel amanhã. Será uma boa prova para nós. Estou muito feliz com minha classificação. Foi muito perto e achei que minha volta era boa o suficiente, e esperava ouvir que estava no top-3, mas fiquei muito próximo de Seb. Claro que tivemos alguns problemas no final de semana, mas a equipe está fazendo o melhor até agora”.
 
 Daniil Kvyat, sétimo: “Foi um dia difícil hoje, não foi minha melhor classificação, já que não consegui encontrar um bom ritmo. É decepcionante, pois deveríamos estar mais fortes neste traçado. Estamos largando de uma posição ok na corrida de amanhã, espero que possamos escalar o pelotão, não será fácil, mas tentaremos nosso melhor”.
 
FERRARI
Kimi Raikkonen ficou com o quinto posto no grid para o GP da Hungria (Foto: AP)
Kimi Räikkönen, quinto: “Não foi tão ruim, tivemos alguns problemas aqui e ali com pequenas coisas, e obviamente nos custou algum tempo, mas ao menos não estamos largando do lado sujo, e espero que consigamos fazer um bom início de prova amanhã. Tentaremos fazer nosso melhor, claro que a Mercedes estará mais forte, mas tentaremos ser os segundo melhores caso não consigamos brigar com eles. Será uma longa corrida e temos que ver como as coisas irão se desenrolar, mas estamos indo até o limite”.
 
WILLIAMS
 
Valtteri Bottas, sexto: “Como esperado, foi uma classificação muito apertada e nós fomos só alguns décimos mais lentos do que gostaríamos de ser. Tirei tudo que podia do carro, então estou satisfeito com a minha performance. Amanhã é o dia dos pontos, e nós temos um  pouco de trabalho para fazer, mas vamos lutar até o fim”.
 
TORO ROSSO
 
Max Verstappen, nono: “Estou feliz por me classificar na nona colocação hoje, especialmente depois de ter tido alguns problemas no treino desta manhã, onde, como ontem, tive um pouco de dificuldades com a alta temperatura da pista. Nós conseguimos ficar calmos e foi uma boa volta de classificação. Acho que o resultado de hoje é o máximo que poderíamos ter conseguido e eu aproveitei nesta tarde! Nosso objetivo para amanhã é claramente pontuar e vou dar o meu melhor para fazer isso acontecer”.
 
Carlos Sainz Jr., 12º: “Me senti bem confortável no carro em todo o fim de semana e nós parecemos fortes. Entretanto, a condições mudaram em comparação com ontem na classificação de hoje. Isso fez com que eu perdesse as minhas referências e simplesmente não consegui entrar no ritmo, então, infelizmente, tive dificuldades para fazer uma volta de classificação. Nós realmente não esperávamos nos ver nesta posição, já que sabíamos que tínhamos potencial para estar no top-10. Nós precisamos analisar isso e focar na corrida de manhã. Não é a pista mais fácil para ultrapassar, nós dissemos o mesmo em Mônaco e eu consegui pontuar depois de ter largado do pit-lane, então tudo é possível amanhã e vamos lutar o máximo que pudermos para somar mais pontos”.
 
LOTUS
 
Romain Grosjean, décimo: “Acho que tiramos tudo que podíamos do carro hoje e é bom estar no top-10. Foi uma sessão de classificação difícil, com o vento aumentando no início da sessão. Nós tivemos um pouco de dificuldade na nossa primeira saída, mas o Q2 foi muito melhor. Eu realmente pressionei e dei tudo. Foi uma volta fantástica. No geral, estou feliz com a performance de hoje e orgulhoso do meu time pelo que nós atingimos. Amanhã as temperaturas devem cair um pouco, o que facilita as coisas, e aí tomara que possamos pontuar”.
 
 Pastor Maldonado, 14º: “Nós tínhamos potencial para o Q3, o ritmo estava lá no início, fiz uma boa volta no Q1 e consegui uma vaga no top-10, mas, infelizmente, não conseguimos repetir isso no Q2. Não tivemos uma progressão tão boa quanto gostaríamos, especialmente com a bandeira vermelha, e aí eu travei na curva um, o que comprometeu a minha volta. Não acho que esta seja uma posição representativa para nós. Vamos ver amanhã. O ritmo de corrida está lá — como mostramos no Q1 —, o potencial está lá, então acho que podemos fazer uma boa corrida e pontuar”.
 
 
FORCE INDIA
 
Nico Hülkenberg, 11º: “Tem sido um fim de semana difícil para o time, mas tenho de dar o crédito pela maneira como eles lideram e solucionaram a situação. O principal problema de ontem foi perder tempo de pista e talvez se tivéssemos mais tempo para o acerto, poderíamos ter avançado ao Q3. Outro fator chave na classificação foi a bandeira vermelha, que me prejudicou, porque eu estava na minha primeira volta rápida e tive de abortá-la. Então eu só tive uma volta para fazer o trabalho e perdi por dois centésimos de segundo. Apesar do limitado tempo de pista, estou bem feliz e confiante no carro, e acho que poderemos ter uma boa performance amanhã. Pontuar ainda é uma meta atingível”.
Fernando Alonso é ajudado pelos fiscais para levar a McLaren aos boxes (Foto: AP)
Sergio Pérez, 13º: “Até aqui, não tem sido um fim de semana fácil. Eu estava bem otimista na sexta-feira, antes do acidente, mas o que aconteceu nos afetou bastante. Nós perdemos algumas das atualizações que trouxemos para a corrida — partes que estavam funcionando realmente bem e fazendo uma grande diferença. Quando voltamos para a pista nesta manhã, eu não estava particularmente feliz com o equilíbrio aerodinâmico do carro, que tem sido bem imprevisível. Tomara que analisando os dados nesta noite nós possamos encontrar uma maneira de resolver isso antes da corrida. Apesar desses desafios, ainda estou otimista de que poderemos ter uma boa corrida e lutar pelos pontos”.
 
McLAREN
 
Fernando Alonso, 15º: “Quando voltei para a garagem, me dissera que eu não podia sair outra vez, pois o regulamento diz que o carro tem de chegar por seus próprios meios à garagem. É uma regra estranha, porque nós vimos muitas vezes o carro chegar na garagem no guindaste e recomeçar a sessão mais uma vez”.
 
“Foi o tempo errado e o momento errado, estando no top-10 em mais ou menos todas as sessões. Até aqui, foi um bom fim de semana para o time. Acho que Jenson teve um problema com o KERS, o meu carro apagou agora, então não foi o momento certo na classificação, mas tomara que possamos aprender para amanhã.”
 
Jenson Button, 16º: “Eu estava curtindo guiar o carro. Os tempos de volta dos outros carros são mais rápidos, mas acho que tiramos o melhor do carro na classificação. Em termos de equilíbrio do carro parece bom, mas não acionei a asa na reta, então tem bastante potência — mais de três décimos do tempo de volta — e é uma quantidade grande antes mesmo de você chegar na curva 1. Nós progredimos aqui. Nós ainda temos um longo caminho até os caras da frente, mas nós progredimos”.
 
SAUBER
 
Marcus Ericsson, 17º: “Tem sido um fim de semana difícil para nós. Nós fizemos um trabalho aceitável nos treinos, trabalhando passo a passo e tentando melhorar o carro considerando o pacote que temos no momento. Claro, é desapontador ficar de fora após o Q1. Agora nós precisamos focar em fazer uma corrida limpa amanhã”.
 
MANOR MARUSSI
 
Roberto Merhi, 19º: “Finalmente as coisas saíram como deveriam ter saído desde o início do ano. Fiz uma boa volta, estou contente e melhoramos o carro. Com o pneu macio, o carro foi muito melhor do que nesta manhã. O saldo é positivo e estou contente indo para a corrida”.
 
Will Stevens, 20º: “O fim de semana tem sido muito difícil. A alta temperatura afetou um pouco o nosso equilíbrio e eu tive dificuldade para ter confiança com o carro. A classificação foi Ok . Minha primeira volta não saiu exatamente como o planejado, já que cometi um erro em uma curva rápida, então tinha muita pressão para a segunda. Perdi um pouco de tempo em comparação com como a primeira volta tinha sido até eu ter de abortá-la, então não foi perfeita, mas Roberto e eu estamos muito próximos e vamos ver o que acontece amanhã. A expectativa é que a temperatura esteja um pouco mais baixa para a corrida e isso deve nos ajudar”.

#GALERIA(5392)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube