Consultor da Red Bull destaca mudança drástica dos pneus e insinua favorecimento à Mercedes na Fórmula 1

Helmut Marko, consultor da Red Bull, mostrou que ainda não engoliu a mudança que a Pirelli fez no jogo de pneus para a temporada 2019. Segundo ele, resolveu um problema que só a Mercedes tinha e fez com que a equipe alemã passasse a reinar absoluta no tratamento dos calçados

A Fórmula 1 favorece a Mercedes? Foi o que o consultor da Red Bull, Helmut Marko, deixou implícito após o GP do Canadá. Após comentar sobre a punição a Sebastian Vettel, Marko avaliou que as decisões e mudanças recentes acabam sempre por beneficiar a equipe alemã.

 
Marko destacou a questão dos pneus, que sofreram mudanças drásticas de 2018 para 2019 e acabaram caindo no colo das possibilidades da Mercedes. De acordo com ele, apenas os alemães tinham problema com superaquecimento em 2018.
 
"Vamos colocar dessa forma: é impressionante que as regras mudem e as decisões recentemente sejam sempre boas para a Mercedes. Um exemplo: a Pirelli mudou os pneus para 2019 com a intenção que não superaquecessem mais. Mas só a Mercedes teve problema com isso em 2018", lembrou em entrevista à revista alemã 'Auto Bild'. 
Max Verstappen (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

"De repente, em 2019, a Mercedes é a única que acerta sempre as temperaturas dentro da janela de uso dos pneus. Ninguém mais consegue, é engraçado. Todos tivemos a oportunidade de reagir, mas os conceitos dos carros foram desenhados para menos downforce", avaliou. 

 
"Só a Mercedes escolheu fazer de outra forma. Construíram um carro com downforce e tração extremamente altas, algo que, em retrospectiva, era a maneira exata de tratar a nova geração de pneus", encerrou. 
 
A F1 segue em duas semanas, no GP da França.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube