Consultor da Red Bull pensa que ano sabático seria melhor que Aston Martin para Vettel

Helmut Marko não tem convicção de que a Aston Martin vai fazer Sebastian Vettel voltar a vencer na Fórmula 1. O dirigente sugeriu que o alemão esperasse para buscar algo melhor em 2022

Helmut Marko, consultor da Red Bull, teve conversas com Sebastian Vettel sobre o futuro na Fórmula 1. Enquanto Vettel flertava com a Aston Martin, atual Racing Point, o dirigente austríaco sugeriu um ano sabático. E bate o pé: de acordo com Marko, Vettel deixou de aproveitar “oportunidades” que o mercado de oportunidades vai oferecer em 2022.

“Eu aconselhei que ele parasse por um ano”, disse Marko na TV alemã Sport1. “Nesse caso, ele seria capaz de recarregar as baterias e depois voltar com novo ímpeto e foco para aproveitar as oportunidades que 2022 pode oferecer. Acho que em 2022 algumas vagas poderiam ficar disponíveis para ele”, destacou.

“Só que ele quer seguir por perto e acha que tem boas chances de ir ao pódio com a Aston Martin. Do meu ponto de vista, é uma possibilidade real. Mas vencer? Baseado no carro, eu duvido”, seguiu.

Sebastian Vettel ouviu conselhos de Helmut Marko (Foto: Ferrari)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
Do Canadá/2007 a Eifel/2020: como Hamilton alcançou Schumacher em número de vitórias

As dúvidas de Marko pairam sobre os resultados que a Racing Point conquistou até aqui. A equipe briga por posições de maior destaque em 2020, mas conseguindo um único pódio no ano até aqui.

Mesmo que a futura Aston Martin não traga os resultados que Vettel deseja, parece claro que será pelo menos do que o que a Ferrari tem a oferecer em 2020. O alemão mal consegue pontuar com a SF1000, criando situação lamentada por Marko.

“Essa despedida na Ferrari não é digna, mas isso parece fazer parte da Fórmula 1. Eu espero que essa nova direção funcione bem para ele”, encerrou.

Sem ano sabático, Vettel se compromete com um projeto de longo prazo na F1. O objetivo é transformar a atual Racing Point, hoje uma equipe puramente mediana, em uma força da F1 através do apoio de Lawrence Stroll e da Aston Martin.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube