Consultor evita garantir Pérez em 2022 e diz que Red Bull “considera todas as opções”

Helmut Marko, consultor da Red Bull, revelou que equipe considera, sim, todas opções de pilotos para a temporada 2022 da Fórmula 1

Pedro Henrique Marum refletiu sobre o 2021 de Daniel Ricciardo no GP às 10

Em plena ‘silly season’ da Fórmula 1, os rumores em torno de quem estará no grid da categoria em 2022 não param de crescer. Helmut Marko, consultor da Red Bull, confirmou que a equipe não descarta nenhuma opção para o próximo ano. O recado do ex-piloto e dirigente austríaco tem endereço certo: Sergio Pérez, que ainda não convenceu mesmo depois de conquistar a vitória no GP do Azerbaijão. Ainda que siga a indicar que a Red Bull deve manter os pilotos da sua equipe principal e da AlphaTauri, Marko deixou no ar que não descarta nenhuma opção.

Recentemente, um dos nomes ventilados no paddock da Fórmula 1 como eventual candidato a uma vaga na Red Bull foi Valtteri Bottas, com futuro incerto na Mercedes.

Apesar de não ter citado nominalmente o finlandês, Marko apontou que, sim, a Red Bull não descarta nenhum nome para compor suas equipes na próxima temporada. Mesmo com olhos atentos ao mercado, o consultor revelou que o plano original é manter tanto a dupla atual da Red Bull quanto a dupla da Alphatauri.

“O que posso dizer é que temos algumas opções, estamos considerando todas, mas não posso dar nomes. A intenção inicial é continuar com os quatro pilotos que temos. Quanto ao anúncio, ele provavelmente será feito em Spa-Francorchamps ou em Zandvoort. O que está certo é que iremos anunciar nossos quatro pilotos, tanto para AlphaTauri quanto para Red Bull”, afirmou Marko ao site francês NextGenAuto.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Sergio Pérez ainda não está garantido pela Red Bull para a temporada 2022 da F1 (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

O austríaco aproveitou o ensejo para analisar a primeira temporada de ‘Checo’ na equipe dos energéticos e deixou evidente que a equipe esperava um melhor desempenho do mexicano depois de 11 corridas disputadas.

“Há uma diferença para o Max, e ele não está feliz com isso. Também pensamos que ele estaria mais perto ou com mais consistência após tantas corridas. Ele tentou encontrar o próprio acerto ao invés de usar o do Max, e isso talvez seja a coisa certa para um piloto fazer”.

“Não dá para se aproximar muito do acerto usado pelo Max. Ele [Verstappen] não liga muito se o carro sai de traseira nas curvas rápidas. Mas todos os nossos segundos pilotos sofreram com isso. Pérez passa pela mesma situação. Tentou com seu próprio acerto e não deu certo, é realmente uma dor de cabeça”, finalizou.

Na tabela, a diferença é significativa entre os dois companheiros de equipe. Pérez é somente o quinto colocado no Mundial de Pilotos com 104 pontos, atrás de Lando Norris, da McLaren, e de Valtteri Bottas. ‘Checo’ soma 83 tentos a menos que Max Verstappen, segundo na classificação, só atrás de Lewis Hamilton

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar