Ricciardo culpa pista de Miami por dia ruim da McLaren: “Destacou nossas fraquezas”

Daniel Ricciardo viu McLaren sair sem pontos de Miami e lamentou dificuldade de adaptar o MCL36 às características do novo circuito, que teria inibido as forças do carro

COMO ALONSO ABRIU AS PORTAS PARA O AZAR EM MIAMI NA FÓRMULA 1 2022

A McLaren não conseguiu conquistar um ponto sequer no GP de Miami, e Daniel Ricciardo acredita que as características do novo circuito da Fórmula 1 — que fez sua estreia justamente no último final de semana — não tenha favorecido o MLC36, modelo da equipe para este ano. Na opinião do piloto, que chegou em 11º e perdeu a zona de pontuação por apenas um posto, a corrida foi vital para ressaltar as dificuldades ainda presentes no carro da equipe.

“Infelizmente, a pista destacou mais nossas fraquezas do que nossas forças”, lamentou Ricciardo. “Então, o que você pode fazer? Vamos continuar em frente, existem muitas coisas para serem observadas e resolvidas, e vamos continuar olhando para frente. Acho que essa pista certamente ressaltou nossas deficiências. Muitas curvas longas, muitas retas longas, então temos que trabalhar nisso”, explicou o australiano.

▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Mclaren terminou o GP de Miami sem pontos, pela segunda vez na temporada 2022 da F1 (Foto: McLaren)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Além de Ricciardo na 11ª posição, o outro lado da garagem da McLaren também não teve um bom dia. Lando Norris conseguiu até passar para o Q3 — algo que Daniel falhou em conseguir — e largou em oitavo, mas ficou preso atrás das Aston Martin após trocar os pneus e terminou por se envolver em um toque com Pierre Gasly que o fez rodar violentamente e abandonar a corrida.

Ricciardo lamentou o resultado após uma corrida cansativa fisicamente como em Miami — algo citado por praticamente todos os pilotos — e previu uma nova gama de melhorias para as equipes na próxima etapa, na Espanha. O australiano espera, no entanto, que as atualizações trazidas pela McLaren funcionem melhor que as dos concorrentes.

“É complicado quando você faz uma corrida longa como essa e não chega nos pontos, mas o que está feito, está feito. Vamos continuar trabalhando”, afirmou. “Em Barcelona, todos vão ter algumas melhorias, espero que a nossa funcione melhor do que as outras e voltaremos de novo. Barcelona deve ser melhor para nós, então estou ansioso por isso”, finalizou.

O GP da Espanha, próxima etapa da Fórmula 1 na temporada 2022, será disputado no Circuito de Barcelona, daqui a duas semanas, entre os dias 20 e 22 de maio.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar