Ricciardo defende Verstappen de debate sobre justiça em título: “Ele mereceu”

Ex-companheiro do atual campeão do mundial, piloto da McLaren reconheceu performance fenomenal e afirmou que conquista era questão de tempo

TÍTULO DE VERSTAPPEN MANCHADO? QUE VISÃO TACANHA DA F1!

Daniel Ricciardo avaliou que Max Verstappen mereceu conquistar o título de 2021 da Fórmula 1, mesmo com as polêmicas lideradas por Michael Masi, agora ex-diretor de provas do Mundial. O ex-piloto da Red Bull avaliou que a legitimidade do título do holandês sequer deveria ser questionada.

Entre os pilotos que acompanharam de perto o drama dos momentos decisivos em Yas Marina, Ricciardo reconheceu a reclamação de Lewis Hamilton sobre a maneira como os comissários conduziram as voltas finais como válida, mas também deixou claro que a última corrida do ano passado não resume toda a temporada e, por isso, não elimina o merecimento de Verstappen como novo campeão do mundo.

“Ambos mereciam o título. Fizeram corridas fenomenais”, começou o australiano em entrevista ao site racingnews365. “Obviamente, há o lado de Lewis, mas não deveria haver um ‘Max não merece’, porque ele também mereceu”, ratificou.

Ricciardo e Verstappen juntos pela Red Bull (Foto: Red Bull Content Pool)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Ao ver Verstappen como o novo ‘número 1’ da Fórmula 1, o piloto da McLaren não ficou surpreso. Segundo Ricciardo, foi possível acompanhar de perto o crescimento do holandês durante as batalhas internas na Red Bull e concluir que estava diante de um talento.

“Com certeza, era uma questão de tempo para ele conseguir um título”, afirmou. “Eu sabia que, quando éramos companheiros de equipe, [mesmo] não sendo campeões do mundo, eu senti que, [com] a maneira como estávamos pilotando, [isso] poderia ter nos dado pelo menos um Mundial, em alguns daqueles anos”, destacou.

No ano passado, Verstappen foi o piloto que mais cruzou a linha de chegada em primeiro, com dez vitórias em 22 provas. Max também liderou no quesito de pole-position ao largar dez vezes na posição de honra. Esses números sustentam a avaliação de Ricciardo. “Teria que haver um vencedor e um perdedor no ano passado, não importa como terminasse a última corrida, mesmo que na última volta”, resumiu.

Depois de expor a sua opinião sobre o polêmico GP de Abu Dhabi, o australiano se concentra na primeira sessão de pré-temporada, que tem início nesta quarta-feira (23), em Barcelona. A temporada 2022 da F1 começa no dia 20 de março, com o GP do Bahrein.

McLAREN APRESENTA MCL36 PARA TEMPORADA 2022 DA F1 | React
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar