Ricciardo evita nova resposta a Villeneuve, mas assume: “Precisava de bom fim de semana”

Daniel Ricciardo preferiu não alimentar polêmicas com o campeão da F1 em 1997, Jacques Villeneuve, que chegou a questionar por que o australiano ainda corre na categoria

Depois de até ficar com o emprego ameaçado, Daniel Ricciardo lavou a alma no GP do Canadá, realizado no último domingo (9), ao levar o carro da RB à zona de pontos. Foi uma resposta imediata na pista após as críticas do campeão da Fórmula 1 em 1997, Jacques Villeneuve, porém o veterano evitou alimentar polêmicas.

Na sexta-feira, durante uma entrevista com a emissora britânica Sky Sports, Villeneuve foi muito contundente nas críticas ao natural de Perth e ainda indagou: “Por que ele ainda está na F1?”. Ricciardo, por sua vez, mandou o canadense “comer merda” após conquistar o quinto lugar no grid em Montreal.

No domingo, Ricciardo teve uma falha ainda na largada e foi punido em 5s pela queima — erro que o deixou surpreso, porém admitiu que sentiu o carro se mover ainda no colchete. Ainda assim, conseguiu se recuperar e anotou mais 4 tentos no Mundial de Pilotos, chegando a 9.

Aos jornalistas após a prova, deixou transparecer o alívio pelo feito. “Precisávamos disso. Sem dúvida, eu precisava disso”, admitiu Daniel. “E não direi mais nada aos outros, mas é bom. Vamos deixar isso quieto. Mas, sim, estou feliz”, salientou.

Daniel Ricciardo preferiu não entrar em mais polêmicas com Villeneuve (Foto: Red Bull Content Pool)

Quanto ao problema na largada, o chefe, Laurent Mekies, explicou que o carro de Ricciardo se moveu “devido a um leve arrasto na embreagem”. Daniel ainda acrescentou que sentiu progresso no ritmo quando a pista começou a secar. Foi aí que veio a ultrapassagem sobre Esteban Ocon, da Alpine.

“Conseguimos passar alguns carros. Fico feliz por terminar com 4 pontos. Nunca seria perfeito, digo, essas condições são muito difíceis de acerto para todos. Mas acho que, no geral, em uma corrida como essa, saímos com alguns pontos, então, no geral, foi um fim de semana muito bom do início ao fim”, seguiu.

“Também sinto que esses fins de semana costumam ser os mais difíceis, principalmente quando talvez as coisas não estejam indo tão bem ou você se encontre sem ânimo. Foi bom começar e terminar, manter o carro no lugar certo, estável, suave”, concluiu.

Fórmula 1 volta entre os dias 21 e 23 de junho, em Barcelona, com o GP da Espanha, décima etapa da temporada 2024.

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente: Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.