Ricciardo coloca freios como “principal ponto” em adaptação ao novo carro da McLaren

De casa nova em 2021, Daniel Ricciardo, piloto da McLaren, relembrou o processo de adaptação aos freios nos carros das equipes anteriores e como tem sido o entendimento com o MCL35M

A McLaren lancou o MCL35M com motor Mercedes e grande expectativa (Vídeo: GP Notícias)

Conhecido por sempre buscar ultrapassagens freando no limite, Daniel Ricciardo, agora piloto da McLaren, enfrenta um velho desafio: adaptar-se ao sistema de freios do carro da sua nova equipe. Apesar da dificuldade, essa adaptação já faz parte da rotina do australiano, que nas últimas quatro temporadas trocou de equipe em três oportunidades: o piloto saiu da Red Bull no fim de 2018 rumo a Renault e deixou a escuderia anglo-francesa depois do término da temporada passada rumo à McLaren.

Dono de sete vitórias na Fórmula 1, o dono do carro #3 da McLaren falou sobre o processo de adaptação ao qual atravessa e relembrou a mesma experiência no passado.

“Certamente, é diferente de novo, então ainda estou me adaptando e me ajustando a isso. Saindo da Red Bull para a Renault e da Renault para a McLaren, provavelmente os freios são os principais pontos de adaptação”, afirmou o piloto de 31 anos.

DANIEL RICCIARDO; MCLAREN; BAHREIN; PRÉ-TEMPORADA; F1; DIA 1; MANHÃ;
Daniel Ricciardo fez bonito demais para sua nova equipe na abertura da pré-temporada em Sakhir (Foto: McLaren)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIES: Tudo sobre o terceiro dia de pré-temporada da F1

“No que uso atualmente, sigo tentando tirar o máximo e entender os limites do carro. Mas, pensando nos últimos anos, me parece que eles [a McLaren] tiveram um carro muito bom nas frenagens. Creio que, uma vez que eu me acostumar, vai ser muito bom. E vocês verão boas ultrapassagens minhas, algumas com freadas bem tardias”, garantiu.

Ricciardo ainda comentou sobre a impressão que teve dos novos freios e aproveitou para falar a respeito dos novos carros de 2021 “Com os freios é mais uma sensação mecânica. Creio que coisas como novos carros, novos pedais e posicionamentos, são provavelmente uma sensação mais física do que qualquer outra coisa. Notei que os carros estão escorregando. Não tenho tanta certeza se é sobre aderência traseira. Creio que a maioria dos pilotos está sofrendo com algumas perdas com as mudanças [das condições do asfalto]”, concluiu o piloto, fazendo menção sobre como a pista mudou de comportamento do período da manhã em relação a tarde e noite em Sakhir.

Daniel, que teve um bom desempenho durante os testes de pré-temporada, realizados no Bahrein, chegou inclusive a liderar a sessão matutina dos dois primeiros dias de atividades e conseguiu mostrar, logo de cara, boa adaptação ao novo MCL35M, empurrado pela nova unidade motriz da Mercedes, reeditando uma aliança vitoriosa com a McLaren na Fórmula 1.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube