F1

Danos profundos na Toro Rosso após acidente no TL3 deixam Albon fora da classificação da F1 na China

A Toro Rosso bem que poderia tentar, mas não há como recuperar o carro #23 a tempo de participar do treino classificatório da Fórmula 1. Dessa forma, Alexander Albon está destinado ao 20º lugar no grid de largada da corrida 1000

Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim
O milésimo fim de semana da Fórmula 1 tem apenas 19 pilotos no treino classificatório. A ausência é Alexander Albon: a Toro Rosso confirmou neste sábado (13), pouco antes da definição do grid de largada, que não há tempo hábil para reverter todos os danos do carro #23.
 
De acordo com a equipe, até o monocoque saiu danificado da forte batida de Albon contra a barreira de pneus da última curva. O impacto aconteceu na lateral esquerda do bólido, conforme o tailandês rodava após atacar a zebra do trecho com mais agressividade do que o recomendado.
Alexander Albon sofreu acidente grave no fim do terceiro treino em Xangai (Foto: Reprodução)
Outra região do carro que saiu afetada foi a traseira – justamente onde ficam peças ligadas à unidade de potência. Ainda não existe, todavia, qualquer informação sobre necessidade de troca emergencial de componentes para a sequência do fim de semana.
 
Houve ainda uma certa preocupação em um primeiro momento porque Albon não se mexia. A mensagem via rádio da transmissão entre piloto e equipe foi tranquilizadora. "Desculpe, pessoal", disse o tailandês.
 
Albon, dessa forma, larga em 20º no GP da China. O Q1 da classificação vai tratar de eliminar os outros quatro últimos colocados do grid de largada.