“Definitivamente” de olho no pódio, Pérez vê largada como chave para bater Verstappen

Enquanto o mexicano pensa alguma forma de ir ao pódio, Lance Stroll está preocupado em segurar a outra Red Bull, que larga logo atrás dos carros rosados

De volta ao grid após duas semanas fora por testar positivo para Covid-19, Sergio Pérez fez um treino de classificação dos melhores do ano neste sábado (15), em Barcelona. Apesar de ver a Red Bull em vantagem para a Racing Point, está, sim, com o pódio em mente.

Pérez garantiu a quarta colocação – com Lance Stroll em quinto – e atrás somente das Mercedes e de Max Verstappen. Se imagina os carros rubro-taurinos mais rápidos, então, como pensar no pódio? A antiga fórmula de largar bem e passar o dia fechando espaços na pista.

“Estou feliz com o retorno. As condições não estavam fáceis, estava muito calor e ventando bastante – o vento no último setor mudou de direção durante o curso da classificação. Não foi fácil, mas o resultado terminou bom para a equipe”, disse.

“Definitivamente estou olhando para minha frente. Se formos capazes de largar bem, passar Max, talvez dê para segurar. Não é fácil passar nessa pista e a quantidade de energia que teremos de poupar vai ser extrema. O carro é ótimo, está funcionando bem em todas as condições e circuitos, então penso que somos muito rápidos e consistentes. Não temos o ritmo para superar a Red Bull, mas quem sabe se passarmos na primeira volta”, especulou.

Com relação ao treino, aponto o calor e muito vento na Catalunha como dificultadores. Ainda que o carro seja acima da crítica.

“O treino foi bom, mas temos que fazer muito controle de pneus na classificação. Tudo se baseia no gerenciamento que você faz para chegar no último setor, quando você força tudo. Se errar uma curva, acabou. Está quente demais. Na corrida, a janela para uma parada é pequena. Depende de como o primeiro stint andar. O vento impacta o equilíbrio do carro e faz escorregar. Está tudo aberto para amanhã. Não há clareza quanto a estratégia certa, então a corrida vai ser interessante”, finalizou.

Lance Stroll ficou com a quinta posição no grid em Barcelona (Foto: Racing Point)

“Grande classificação”: Stroll quer segurar quinto lugar da ameaça Albon

Enquanto Pérez pensa se há possibilidade de bater Verstappen, Stroll, atrás, quer segurar a outra Red Bull, de Alexander Albon, que parte logo atrás dele. Acertar a estratégia, o canadense imagina, será fundamental para lograr êxito.

“Foi uma grande classificação. Não havia muito mais o que tirar do carro, mas a Red Bull ainda tinha bem mais a dar. Eles tinham uma vantagem para nós durante o treino, então temos de ficar contentes com o quinto lugar”, apontou.

“Espero Alex com um ritmo forte amanhã. Espero que tenhamos boa largada e, daí em diante, otimizemos nossa estratégia”, fechou.

O GP da Espanha de F1 tem largada marcada para domingo a partir de 10h10 (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube