F1

Depois de pior temporada na F1, McLaren contrata chefe da Volkswagen do WRC para cargo de diretor-executivo

Jost Capito, chefe da equipe tricampeã mundial de rali, vai assumir um novo desafio na sua carreira. O alemão de 57 anos é o novo diretor-executivo da McLaren. Os postos de Ron Dennis e Éric Boullier na equipe de Woking estão mantidos após a pior temporada da história do time
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Jost Capito, um dos pilares do sucesso da Volkswagen no WRC (Foto: Red Bull/Getty Images)
A McLaren vai ter um novo diretor-executivo para sua equipe de F1 a partir de 2016. Com efeito imediato, Jost Capito, que liderou a Volkswagen rumo ao tricampeonato mundial de rali, assumiu o cargo nesta quinta-feira (14), após comunicado feito pelo lendário time britânico, que viveu no ano passado sua pior temporada na F1. Além da chegada do alemão de 57 anos, que tem passagens pela Ford no WRC, mas também com a própria Sauber na F1, a McLaren anunciou também mudanças no seu quadro técnico. Jonathan Neale, antigo diretor-executivo da equipe, é o novo chefe de operações do Grupo McLaren, deixando a equipe na categoria.
 
A própria McLaren fez questão de frisar no primeiro parágrafo do seu comunicado que Éric Boullier permanece como diretor de corridas depois de um ano muito crítico, cujo melhor resultado foi um quinto lugar, logrado por Fernando Alonso, no GP da Hungria de 2015. No final das contas, a McLaren terminou apenas como nono lugar no Mundial de Construtores, no pior desempenho de um time acostumado a vitórias e títulos em uma temporada que marcou o retorno da parceria outrora vitoriosa com a fornecedora japonesa de motores Honda.
Jost Capito foi um dos pilares do sucesso da Volkswagen no WRC (Foto: Red Bull/Getty Images)
Tanto Neale como o novo diretor-executivo vão responder a Ron Dennis, presidente do Grupo McLaren, que também permanece no posto de número 1 da empresa.
 
“Em consonância com a estratégia de impulsionar o crescimento contínuo do Grupo McLaren, Jonathan foi promovido ao posto de chefe de operações. Ele fez um trabalho excelente como diretor-executivo da equipe McLaren, e sua experiência, junto com a expertise que ele alcançou previamente em indústrias não relacionadas a competição, faz com que ele se torne o nome ideal para desempenhar um novo e importante papel no Grupo McLaren”, explicou Dennis.
Éric Boullier permanece como diretor de corridas da McLaren na F1 (Foto: McLaren)
O presidente da McLaren também deu as boas-vindas a Capito. “Eu me aproximei de Jost no último verão. Ele é extremamente impressionante, competitivo e individualmente ambicioso, que chega para nós com uma gama muito ampla de experiência no ramo automotivo e nas competições, abrangendo cargos importantes na BMW, Porsche, Ford, Sauber e, desde 2012, na Volkswagen, liderando a equipe do WRC para conquistar três títulos mundiais em 2013, 2014 e 2015”, comentou.
 
“Partindo de uma perspectiva do automobilismo, ele tem experiência não apenas no WRC, mas também no turismo, motociclismo e na F1, de modo que ele é altamente experiente e de uma paixão contagiante”, elogiou Dennis.
 
“Por isso, estou muito contente por dar as boas-vindas a Jost na McLaren, e tenho certeza de que ele vai trabalhar muito bem com Eric e toda a equipe, construindo um trabalho muito bom que eles já vêm fazendo para levar o programa McLaren-Honda adiante por vitórias e por títulos mundiais”, encerrou o presidente do Grupo McLaren.
 
VIU ESSA? PILOTO DÁ SURRA EM RIVAL EM PROVA DE MOTO