Desempenho de Button e Pérez no GP da Malásia anima chefe da McLaren: “Estamos no rumo certo”

Martin Whitmarsh destacou a evolução da McLaren entre o GP da Austrália e a etapa da Malásia, disputada no último domingo (24). Sergio Pérez terminou em nono e Jenson Button chegou a andar em quinto, mas abandonou após um fim de semana bastante consistente


Depois de um começo de temporada bastante complicado no GP da Austrália, a McLaren deu sinais de melhora uma semana depois, durante o fim de semana da segunda etapa da temporada, na Malásia. Sobretudo com Jenson Button, a escuderia britânica conseguiu ter um ritmo bastante razoável e foi ao Q3 tanto com Jenson como também com Sergio Pérez. 

Na corrida, o campeão do mundo em 2009 manteve uma performance consistente e andou por muito tempo em quinto, mas enfrentou problemas no seu pit-stop e teve de abandonar. Como consolo, ‘Checo’ Pérez igualou o resultado de Button na Austrália e fechou a prova do último domingo (24), em Sepang, na nona posição.

Martin Whitmarsh, chefe de equipe da McLaren, demonstrou satisfação com a evolução alcançada na Malásia e disse que, graças ao trabalho duro feito pela escuderia, o desenvolvimento do carro está no rumo carto.
Whitmarsh lamentou o abandono de Button, mas elogiou a evolução da McLaren (Foto: Getty Images)

“Depois de termos finalizado apenas em nono e 11º na última corrida em Melbourne, em Sepang nós vimos uma clara evidência de todo o trabalho duro que estamos fazendo desde a semana passada tem resultado em ganhos significativos em termos de desenvolvimento do carro”, comemorou o dirigente.

Porém, Whitmarsh lamentou a perda de pontos preciosos com o abandono de Button em Sepang. “Obviamente, no entanto, estamos muito decepcionados por Jenson ter perdido um suado e merecido quinto lugar, talvez até terceiro o quarto, por consequência de um problema no pit-stop causado por uma falha na pistola. Jenson não fez absolutamente nada de errado e reagiu corretamente à luz verde”, acrescentou.

Sobre Pérez, o comandante da McLaren reservou palavras elogiosas. “Checo, também, conseguiu uma performance sólida e corajosa ao longo de todo o fim de semana e conquistou seus primeiros pontos para a McLaren nesta tarde e ainda cravou a volta mais rápida da corrida”.

A McLaren encerrou a semana com apenas quatro pontos conquistados em duas corridas. Mas, levando em conta as deficiências do MP4-28, Whitmarsh considera o resultado bastante positivo e se mostrou otimista pela retomada da temporada. 

“Entretanto, como disse, estamos decepcionados por Jenson, a verdade é que ele poderia e deveria ter finalizado pelo menos em quinto e, apesar de os nossos padrões não serem elevados o suficiente, isso mostra claramente que estamos no rumo certo no ponto de vista do desenvolvimento do carro”, encerrou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube