Diretor da Pirelli alerta para que pilotos tenham "muito cuidado" caso chova em Interlagos

Paul Hembery, diretor-esportivo da Pirelli, confirmou a grande preocupação da fornecedora de pneus quanto a possibilidade de chuva durante o fim de semana em Interlagos. Segundo ele, o novo asfalto ainda está liberando óleo

A Pirelli não fez questão de colocar panos quentes na preocupação que tem quanto aos pneus para pista molhada caso a chuva caia durante o final de semana do GP do Brasil em Interlagos. O diretor-esportivo da fornecedora, Paul Hembery, confirmou o medo dizendo que foi detectado a liberação de óleo e água do betume, em virtude da nova superfície. 
 
Assim, Hembery avisou para os pilotos tomarem cuidado caso a chuva de fato caia durante o sábado ou no domingo, especialmente porque nesse caso, os carros ainda passarão por diferentes traçados do que o comum, onde o asfalto ainda não foi exigido.
 
"Com a chuva, temos óleo saindo do novo betume – óleo e água. Você não tem que ser um especialista para saber que isso não é uma grande combinação. Então, caso chova, temos que insistir para terem muito cuidado. A linha de corrida é diferente na chuva comparada ao seco, então os pilotos vão passar por partes da pista pelas quais ainda não passaram. É uma nota de precaução, vimos altos níveis de óleo de superfície passando", disse.
Nico Rosberg durante troca de pneus nos treinos em Interlagos (Foto: AP)
Sobre o excessivo desgaste dos pneus apresentado na sexta, Hembery disse que as altas temperaturas estão surpreendendo. São as mais altas em uma década, o que não era previsto.  
 
"Quando mudamos de duros para médios e médios para macios, dissemos que a questão era que os macios estragariam sob altas temperaturas. Mas olhando nos livros de história, não tem sido quente assim por dez anos. E o que temos? A mais alta temperatura em dez anos", falou.
 
"A primeira sessão foi mais preocupante, e vimos muito estrago nos quatro pneus. Pensamos que seria um final de semana difícil se isso não mudasse. O segundo jogo que foi colocado já teve menos desgaste nos dianteiros.
 
Neste sábado (8), com mais aderência, os carros voltam para a pista. A classificação acontece às 14h.
O DOMINADOR E O BOMBEIRO

Foram outros 0s2 no treino livre 2 desta sexta-feira (7), e Nico Rosberg pode se gabar de um incomum domínio sobre Lewis Hamilton. O alemão voltou a pôr tempo sobre o inglês. O tempo exato de Rosberg foi de 1min12s123. Novamente, então, a Mercedes voltou a fazer dobradinha.

Fernando Alonso, sétimo, viu o seu motor explodir na Reta Oposta, o que deve fazer com que use uma unidade nova e perca dez posições no grid de largada do GP do Brasil. Alonso foi ao menos elegante com a equipe que vai deixar: ao ver o carro em chamas, tratou de caçar um extintor e dar uma de bombeiro.

Leia a reportagem completa dos treinos da F1 no GRANDE PRÊMIO.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube