Diretor fala que “ainda há mais por vir” dos motores Honda, mas também cobra evolução do carro da McLaren

Yasuhisa Arai, chefe de competições da Honda, disseque ainda há mais por vir das unidades de energia japonesas, mas que também cobrou uma evolução da McLaren em termos de chassi e pacote aerodinâmico

Chefe de competições da Honda, Yasuhisa Arai afirmou que ainda há mais por vi da unidade de energia fabricada pelos japoneses, mas que também espera uma evolução do carro produzido pela McLaren. As duas empresas voltaram neste ano a formar a parceria vitoriosa do fim dos anos 1980, mas esse reinício não tem sido dos mais fáceis.

Problemas de confiabilidade e desempenho dos motores V6 da Honda têm sido responsabilizados pela má temporada protagonizada pela McLaren em 2015. Éric Boullier, diretor de corridas da equipe inglesa, disse recentemente que mais de 50% da performance do carro tem a ver com o motor. Já Arai se mostrou mais cauteloso e disse que a McLaren também precisa explorar mais o potencial do MP4-30.

Honda cobra evolução também da McLaren (Foto: AP)

"É muito difícil dizer o quanto de potencial ainda temos com essa unidade, mas acho que não é só do lado do motor, mas também precisamos ver o que será feito com os chassis em termos de pacote aerodinâmico", disse o engenheiro nipônico em entrevista à publicação ‘f1i.com’.

"O pacote é algo difícil de configurar, porque há muitos parâmetros, por isso precisamos de mais tempo para obter um desempenho maior de corrida a corrida. De qualquer forma, acho que, depois de algumas provas, o chassi e a parte aerodinâmica ficaram melhores, e isso será uma grande mudança", completou.

Até o momento, a Honda ainda não decidiu como vai usar o restante de suas fichas de desenvolvimento de motores. A fabricante apenas usou duas das nove a que tem direito em 2015. A próxima etapa da F1 acontece daqui a duas semanas, na Hungria.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube