Diretor-técnico admite que “caiu em armadilha” e cobra mudança de mentalidade da Williams

Paddy Lowe reconheceu que a Williams tem adotado uma mentalidade bastante errada nos últimos anos. O diretor técnico da equipe afirmou que a extensão dos problemas foi subestimada pelo time, e que isso precisa ser mudado logo

Paddy Lowe reconheceu que a Williams tem adotado a mentalidade errada nos últimos anos. O diretor-técnico da equipe afirmou que o time subestimou a extensão dos problemas que tem enfrentado na Fórmula 1 e isso precisa ser mudado.
 
A esquadra de Grove sofreu muito em 2018. Terminou o Mundial de Construtores na última colocação, somando apenas sete pontos – a dupla de pilotos também era pouco experiente, com Lance Stroll em seu segundo ano na F1 e Sergey Sirotkin fazendo a estreia.
 
Agora, o time inglês quer reverter a situação. Ao ‘Motorsport’, Lowe afirmou que “a Williams precisa sair desse pensamento que há apenas duas ou três coisas para melhorar e que tudo vai ficar bem, e estaremos vencendo corridas. É um pensamento que acredito que está na Williams faz tempo.” 
Paddy Lowe (Foto: Reprodução)

“O pensamento que precisamos é dizer ‘tudo está disponível para ser desafiado e tudo precisa ser feito melhor a cada ano’, de outra maneira, você vai ser deixado para trás por muitos competidores bastante fortes”, seguiu.
 

“Todas as dez equipes na Fórmula 1 são bem financiadas, possuem engenheiros realmente muito, muito bem instruídos, alguns dos mais talentosos do mundo”, pontuou. “Você não pode ficar parado em uma área e essa é a mentalidade que precisamos adotar e estamos adotando. Isso não estava presente antes. Mesmo eu caí nesta armadilha como um par novo de olhos para a equipe”, completou.
 
A reestruturação que a Williams tem passado é interna e nada veio a público, diferente da McLaren, que tem noticiado todas as mudanças feitas pela equipe. “O trabalho que temos que fazer é interno, e preferimos fazer internamente, sem dizer nada para a mídia”, falou Paddy.
 
“Não quero minha equipe lendo primeiro na imprensa que vamos reorganizar determinados departamentos. Gostamos de ser o mais abertos possíveis, e também honestos, mas há coisas que você precisa fazer internamente primeiro”, encerrou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube