Verstappen critica sistema da superlicença: “Impede que talentos entrem na Fórmula 1”

Mesmo ciente da 'culpa' que possui, Max Verstappen questionou por que pilotos rápidos e talentosos precisam de pontuação máxima e idade para estreia na Fórmula 1

Pivô de toda a atual discussão que envolve a liberação da superlicença para Andrea Kimi Antonelli ainda aos 17 anos, Max Verstappen afirmou que embora tenha consciência de que o sistema foi criado por sua causa, não é de acordo. Para o tricampeão, um jovem talento não deveria ser impedido de estar na Fórmula 1 só porque não possui idade ou pontuação exigida.

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) criou o atual modelo, que impõe um mínimo de 40 pontos para que um piloto seja considerado apto para concorrer a uma vaga na principal categoria de monopostos do mundo. Além disso, é preciso que o competidor seja maior de 18 anos, além de outros critérios que incluem também quilometragem com um carro de F1 dos tempos atuais.

Relacionadas


E tudo isso aconteceu por conta da estreia de Verstappen em 2015 na Toro Rosso quando tinha exatos 17 anos, 5 meses e 15 dias. Na ocasião, a ousadia do grupo Red Bull de subir para a F1 um piloto oriundo da F3 Europeia chamou atenção e ligou o alerta da entidade.

Por conta da superlicença, Colton Herta não pôde assumir a vaga que se abriu na AlphaTauri para a temporada 2023 da F1 por só ter 32 pontos. Agora, a FIA se vê diante de uma solicitação para o jovem Antonelli, que ainda não atingiu a maioridade.

Andrea Kimi Antonelli precisa fazer 18 anos para ter a superlicença na F1 (Foto: Prema)

“Esta regra foi introduzida por minha causa”, lembrou Verstappen ao ser questionado pelo portal alemão Motorsport-Total sobre o tema, porém enfatizou que a considera desnecessária.

“Não se trata especificamente sobre ele [Antonelli]”, continuou o #1. “Mas isso pode impedir que alguns talentos entrem logo na Fórmula 1, pois primeiro precisam acumular esses 40 pontos.”

“Não sou muito fã disso, desse sistema num todo”, salientou Verstappen, questionando, por fim: “Se alguém tem 17 ou 18 anos e apenas 20 pontos, mas é muito rápido, por que não podem chegar à F1?”

Fórmula 1 retorna de 17 a 19 de maio com o GP da Emília-Romanha, no circuito de Ímola.

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente: Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.