Dono da Lotus confirma fim de negociações com Quantum: “O dinheiro nunca chegou”

Gerard Lopez, dono da Lotus, explica fim de acordo com o Quantum, alega nunca ter recebido o dinheiro e diz que pagará o que deve a Räikkönen

Gerard Lopez, dono da Lotus, falou sobre a situação financeira do time e dos novos envolvendo patrocínios. O luxemburguês destacou que não existe mais vínculo entre a equipe e o grupo financeiro Quantum e, a partir de 2014, a ligação da Lotus será com a PDVSA, com a chegada de Pastor Maldonado.
 
“O dinheiro do Quantum nunca chegou. Nós já cancelamos o acordo. 2014 será todo com o nosso novo patrocinador, a PDVSA”, disse o chefe da Lotus em entrevista para a 'Auto Motor und Sport'.
 
O acordo com o Quantum chegou ao fim após uma série de polêmicas. A relação entre a Lotus e o grupo de Mansoor Ijaz, entre outras histórias, foi marcada pela negociação frustrada com Nico Hülkenberg e pelo enorme atraso salarial de Kimi Räikkönen, piloto da equipe em 2013. Sem o dinheiro do Quantum, a negociação com Hülkenberg foi impossibilitada e a equipe se viu obrigada a aceitar o dinheiro incluído no pacote de Pastor Maldonado, que será companheiro de Romain Grosjean em 2014.

A conturbada negociação entre a Lotus e o grupo Quantum foi tema de reportagem na REVISTA WARM UP no fim de 2013. Desde o início, o currículo nebuloso de Ijaz indicava que o negócio não iria adiante. De fato, não foi.
 

Lopez – à direita -, falou sobre o rompimento com o Quantum e o acordo com a PDVSA(Foto: Lotus/ Andrew Ferraro/ LAT Photographic)

Lopez ainda tratou do pagamento de Räikkönen, informando que o finlandês já recebeu parte do que lhe era devido e que a equipe está trabalhando com o novo orçamento para saldar a dívida.
 
“Ele já recebeu uma parte e vai receber o resto”, afirmou Lopez.
 
Sabe-se que o momento da Lotus é bastante conturbado e, apesar de já ser ausência confirmada nos testes em Jerez, a equipe garante que vai estar no grid para a temporada de 2014.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube