Dono da Lotus mostra preocupação com perda de audiência e chama administração da F1 de “arcaica”

O investidor Gerard Lopez, dono da equipe Lotus de F1, criticou o modo como a categoria vem sendo administrada e como isso atrapalha em negociações com potenciais patrocinadores

Gerard Lopez criticou o modo “arcaico” como a F1 vem sendo administrada, o que acaba por prejudicar todos os envolvidos com o esporte.
 
Com a Lotus vivendo dificuldades financeiras, o dirigente comentou que a categoria vem perdendo audiência na televisão mesmo apresentando um produto que é bom. E isso está atrapalhando em negociações com patrocinadores, de acordo com o empresário.
Dono da Lotus acredita que o marketing da F1 é deficiente (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
“A audiência da TV está caindo enquanto o show na pista é excepcional. Por que esses potenciais patrocinadores nunca dão um passo quando eles não estão intimidados com as quantias que são exigidas? O que está os segurando? É por causa da adminstração e organização arcaicas do esporte?”, indagou Lopez em entrevista à revista francesa ‘Auto Hebdo’.
 
O dirigente acredita que a categoria precisa, sim, ir atrás do público jovem — algo que Bernie Ecclestone desprezou em uma entrevista no fim do ano passado.
 
Para ele, a categoria peca ao não ter um “genuíno departamento de marketing” para cuidar de seus interesses e explorar melhor as novas mídias.
 
ADIANTADA

Teve McLaren-Honda na pista nesta segunda-feira (16). Jenson Button conduziu o MP4-30 em um dia de filmagem realizado pela equipe no Circuito da Catalunha antes do início da segunda bateria de treinos coletivos da pré-temporada da F1. Trata-se de uma oportunidade de a McLaren ganhar mais quilometragem e se certificar de que resolveu os problemas que o V6 turbo da Honda apresentou durante os testes em Jerez no início do mês. Na ocasião, apenas 79 voltas foram completadas por Button e por Fernando Alonso em quatro dias de trabalhos.

Leia a reportagem completa no GRANDE PRÊMIO

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube