DRS fora do ar gera melhor momento do GP de Abu Dhabi

O início do GP de Abu Dhabi foi marcado por um problema inesperado e que, de certa forma, foi benéfico ao espetáculo. Uma falha em um servidor impediu o acionamento da zona de asa móvel, o DRS. E a falha ajudou a tornar as disputas na pista mais reais e justas

As primeiras voltas do GP de Abu Dhabi de F1 representaram, de certa forma, um retorno da categoria ao passado. Isso porque uma falha nos servidores da F1 impediu que os sensores de ativação da asa móvel fossem acionados. Sem o DRS, os pilotos tiveram de 'se virar' para fazer as ultrapassagens na raça e sem artificialismos. A falha, que acabou sendo benéfica para o espetáculo, acabou durando pouco tempo. Os jornalistas do GRANDE PRÊMIO destacaram, no PADDOCK GP #188, o fato como melhor momento da prova do domingo passado em Yas Marina. Clique e ASSISTA!

Paddockast # 44
RETROSPECTIVA 2019: MUITO QUE BEM, MUITO QUE MAL

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube