F1

Ecclestone cita “erros bobos” de Vettel em brigas contra Hamilton: “É como um bloqueio mental”

Sebastian Vettel não está na melhor forma de sua carreira, mas Bernie Ecclestone crê que a má fase do alemão vai passar. O ex-chefão da F1 afirmou que muitos ainda o subestimam, mas reconheceu que o piloto sofre uma espécie de bloqueio com Lewis Hamilton

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Bernie Ecclestone comentou a atual fase de Sebastian Vettel. O ex-chefão da Fórmula 1 afirmou que o alemão ainda é subestimado mesmo com quatro títulos, e disse crer que Lewis Hamilton lhe causa uma espécie de bloqueio mental.
 
O titular da Ferrari não vem atendendo as expectativas na equipe italiana – usando as cores de Maranello desde 2015, ainda não conquistou nenhum título. Ainda, muitos indicam que a chegada de Charles Leclerc não apenas coloca uma pressão extra sob seus ombros, como também indica uma substituição de forças na esquadra. 
 
Bernie, que revelou seguir amigo do piloto, afirmou que muitos ainda o subestimam, mas que crê que a fase ruim vai passar. “A Fórmula 1 precisa de um Sebastian que vence. As pessoas o subestimam”, disse em entrevista ao jornal ‘Sport Bild’.
Ecclestone e Vettel (Foto: Reprodução)
“Ele vai encontrar uma maneira de sair dessa má fase. Pensei muito sobre isso, pois realmente gosto de Sebastian e ele é meu amigo. Às vezes comete erros bobos quando está brigando com Lewis. É como um bloqueio mental para ele”, seguiu.
 
“Sebastian realmente respeita Lewis e quer se sair melhor do que ele. No Bahrein, poderia ter ultrapassado ele mais tarde, pois seu carro estava mais veloz”, completou.
 
Ecclestone ainda opinou que acha que Sebastian pode conseguir tantos títulos quanto Michael Schumacher, mas não deixou também de citar Lewis. “[Hamilton] Está em grande fase”, disse.
 
“A Fórmula 1 é basicamente o hobby de Lewis, que está realmente confortável. Não acredito que ele vai mudar de equipe agora. Acredito que se a Mercedes parar em 2020, Hamilton vai parar também”, concluiu.