Eliminado no Q2, Vettel admite surpresa: “Pensei que éramos mais rápidos”

Com semblante tranquilo para quem irá largar em 11º, Sebastian Vettel apenas lamentou problema no eixo e disse que via a Ferrari mais à frente. Entretanto, tem esperanças no ritmo de corrida

A primeira prova da temporada 2020 do Mundial de Fórmula 1 foi temerosa para a Ferrari. Na tarde deste sábado (4), na Áustria, Sebastian Vettel foi eliminado no Q2 do treino de classificação – e Charles Leclerc se salvou apenas na décima posição. Segundo o tetracampeão, alguma surpresa, sim, mas os carros vermelhos são melhores em ritmo de corrida.

Um tranquilo Vettel atendeu a imprensa logo após a eliminação, respeitando todas as medidas de distanciamento social impostas pelo novo protocolo de proteção contra o coronavírus. Admitiu que não achou que a situação ferrarista fosse essa, relatou uma dificuldade no carro, mas mostrou entender que a situação não é fácil.

“Claro que é uma surpresa, pensávamos que dava para tirar mais. Não fiquei tão feliz com o fato do carro balançar muito”, contou.

“Pensei que éramos um pouco mais rápidos, mas os outros melhoraram mais que nós. No Q1, tive um problema com o eixo traseiro e faltou confiança nas curvas, perdi tempo. Em ritmo de corrida, estamos mais perto da Racing Point e mais rápidos que a McLaren”, afirmou.

Com Vettel saindo na 11ª posição e Leclerc partindo em sétimo justamente numa pista em que a Ferrari dominou o classificatório do ano passado, o começo do campeonato é preocupante.

GRANDE PRÊMIO transmite em tempo real todas as atividades do fim de semana do GP da Áustria de F1.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube