Em dia “melhor que o esperado”, Ferrari só lamenta por Vettel: “É uma pena para ele”

Tudo apontava para uma batalha entre Mercedes e Red Bull pela pole-position em Singapura, mas a Ferrari, embalada pelas vitórias em Spa e Monza e dotada de atualizações aerodinâmicas que melhoraram a performance do carro nas ruas de Marina Bay, alcançou uma pole improvável com Charles Leclerc. Mattia Binotto só lamentou pela chance perdida de Sebastian Vettel, terceiro no grid na cidade-estado

Depois de meses de crise por conta da falta de resultados, a Ferrari desencantou. Embalada pelas duas poles e duas vitórias conquistadas por Charles Leclerc nos GPs da Bélgica e da Itália, a escuderia de Maranello alcançou o improvável, driblou o favoritismo teórico de Mercedes e Red Bull e conquistou, novamente com o monegasco, a posição de honra do grid do GP de Singapura
 
Um feito muito maior que o esperado para a noite deste sábado (21), na visão de Mattia Binotto, que é enfático em um ponto: a Ferrari finalmente encontrou o rumo com as suas atualizações.
A Ferrari segue tendo motivos para sorrir na F1 (Foto: Ferrari)

“Isso é ainda melhor do que nós esperávamos hoje, mas sabemos que trouxemos para cá um novo pacote aerodinâmico que veio no rumo certo”, ressaltou o chefe da Ferrari, que se mostrou otimista sobretudo em relação ao desenvolvimento do carro para 2020.

 
“Para nós, é importante saber que nós estamos desenvolvendo o carro na direção correta porque isso pode ser útil para o ano que vem. Depois das primeiras vitórias em Spa e Monza, há um grande impulso na equipe”, salientou.
 
Binotto é ciente de que a posição de honra é crucial para a conquista de um bom resultado neste domingo na cidade-estado. “A corrida é amanhã e não devemos nos esquecer disso, e largar na frente em Singapura é importante”, ressaltou o dirigente ítalo-suíço, feliz com o passo em frente dado pela Ferrari.
 
“Acho que é um alívio porque é um sinal de que nós identificamos nossos pontos fracos e tratamos deles. Ainda acredito que os outros carros são muito fortes e sinto que nós ainda temos uma diferença para buscar em algumas áreas, mas ao menos nós estamos em um bom caminho”, comemorou.
 
O único ponto de lamentação para Binotto foi em relação a Sebastian Vettel. Não que o alemão tivesse decepcionado desta vez, ao contrário. Depois de uma grande volta no começo do Q3, o tetracampeão encaminhou uma pole que viria com ares de redenção. Mas, no fim, Seb não conseguiu melhorar seu tempo de volta e foi superado por Leclerc e Lewis Hamilton, largando assim em terceiro em Singapura.
 
“Acho que é uma pena para ele porque ele fez uma primeira volta fantástica e acho que ele estava fazendo bem a segunda tentativa no segundo setor. Precisamos dar uma olhada e conversar com ele. É importante para ele ver que é possível ser rápido e melhor amanhã”, concluiu.
 
O GP de Singapura tem largada marcada para 9h10 (horário de Brasília) deste domingo. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL. Siga tudo aqui.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar