Em novo passeio da Mercedes, Hamilton bate Rosberg por apenas 0s003 no TL2 em Austin. Massa fecha em quinto

A Mercedes, Lewis Hamilton e Nico Rosberg fizeram do Circuito das Américas a casa dos horrores para a concorrência nesta sexta-feira (31) de Dia das Bruxas nos EUA. Hamilton foi quem liderou o TL2. Separados por apenas 0s003, ambos ainda colocaram 1s1 no rival mais próximo, Fernando Alonso, com a Ferrari. Felipe Massa foi o quinto

A Mercedes apavorou nesta sexta-feira (31) em Austin. E se transformou no pior pesadelo de suas adversárias neste Dia das Bruxas nos EUA. E olha que a equipe nem precisou lançar mão de feitiços ou traquinagens para despachar a concorrência. Sem dó ou docinhos, os prateados não quiseram saber de aboboras e foram cruéis no domínio. Apenas Lewis Hamilton e Nico Rosberg andaram na casa de 1min39s, e a diferença entre os dois protagonistas do Mundial foi miserável, apenas 0s003. Só que impuseram 1s1 no rival mais próximo.

Fernando Alonso foi quem mais se aproximou dos carros alemães e conseguiu colocar a Ferrari em uma boa terceira posição. 1s3 atrás, Daniel Ricciardo apareceu com a Red Bull em quarto, à frente de Felipe Massa.

Entre o restante dos viventes normais da F1, Kimi Räikkönen terminou em sexto, enquanto Daniil Kvyat, Kevin Magnussen, Jenson Button e Nico Hülkenberg completaram os dez melhores. 

Lewis Hamilton foi o mais rápido do segundo treino livre em Austin (Foto: Getty Images)

Confira como foi segundo treino livre para GP dos EUA da F1

O segundo treino livre da F1 começou já com Valtteri Bottas puxando o pelotão. Sem andar no TL1, quando foi substituído pelo reserva Felipe Nasr, o finlandês foi logo à pista e não demorou muito também para fazer o cronômetro disparar. Bottas abriu os trabalhos com 1min44s534. Na segunda tentativa de volta rápida, o piloto da Williams já foi 0s014 na sequência.

Só que Bottas logo ganhou a companhia de Jenson Button, além de Kevin Magnussen, Nico Hülkenberg, Romain Grosjean, Pastor Maldonado, Adrian Sutil e Jean-Éric Vergne. Daí para frente a sessão ganhou vida, e a tabela de tempos também. Jenson, que já havia sido o mais rápido durante boa parte da primeira sessão, veio rápido com 1min44s427.

Logo Fernando Alonso também ganhou a pista e surgiu em segundo, mas a 0s650 de Button. Magnussen se colocou em terceiro, com Bottas e Daniil Kvyat completando o top-5 provisório.  Enquanto isso, Felipe Massa escapou na curva 1 e rodou logo em seguida. Nada demais. E o piloto pôde voltar ao trabalho.

Nico Rosberg liderou o início do segundo treino livre em Austin (Foto: Getty Images)

Aí Nico Rosberg decidiu deixar os boxes, trazendo o companheiro Lewis Hamilton consigo. Os dois, como era de se esperar, se revezaram à frente, sendo que o inglês acabou por ficar com a primeira posição ao virar 1min40s615.

Rosberg se colocou em segundo. Magnussen, que chegou a liderar antes de as Mercedes entrarem na pista, Alonso, Button, Vergne, Daniel Ricciardo, Daniil Kvyat, Massa, Esteban Gutiérrez, Nico Hülkenberg, Bottas, Sergio Pérez, Adrian Sutil, Kimi Räikkönen, Grosjean e Maldonado completavam os registros. Apenas Sebastian Vettel seguia sem tempo.

Só que o vice-líder do Mundial conseguiu ir além. E, com 1min40s078, colocando mais de meio segundo de diferença para Hamilton, assumindo a liderança pouco antes de a sessão atingir a marca de 30 minutos. Dessa forma, mais uma vez, a equipe prateada impôs um abismo para as demais. Vale destacar também que apenas os pneus médios foram usados nesta primeira parte da sessão.

Com pouco menos de 50 minutos para o fim, Vettel finalmente foi à pista. Um minuto depois, Esteban Gutiérrez foi o primeiro a decidir usar os pneus macios. Os dois carros da Force India o imitaram, assim como Jenson Button, Daniel Ricciardo e a dupla feroz da Mercedes.

Assim sendo, os prateados não tiveram problemas para consolidar a dobradinha. Novamente, Rosberg foi o melhor com 1min39s088. Lewis veio 0s053 mais lento. Ainda assim, 1s3 à frente do primeiro concorrente. No caso aí a Red Bull de Ricciardo. Magnussen, Button, Hulkenberg, Massa, Vergne, Pérez e Kvyat completavam o top-10. 

As imagens do GP dos EUA de F1

#GALERIA(5129,84379)
Só ainda não era suficiente para Hamilton. O inglês permaneceu na pista mais tempo e conseguiu ser 0s003 mais veloz que Rosberg, assumindo, então, o primeiro posto. Outro que veio de carona foi Alonso. O espanhol botou a Ferrari em terceiro, 1s1 atrás do inglês. Já Massa surgia em quinto, uma posição atrás de Ricciardo.

Aí o treino se aproximou dos 30 minutos finais, e todo mundo optou pelas simulações de corrida e avaliação de pneus. Dessa forma, a tabela pouco ou quase mudou. Vale destacar que, com pneus macios, a Williams, tanto com Bottas quanto com Massa, começou a virar tempos na casa de 1min43s alto, 1min44s. A McLaren repetia o desempenho, assim como a Ferrari. Só os italianos tiveram mais problemas para manter esse ritmo. Já a Mercedes andavam bem abaixo disso.

Felipe Massa terminou em quinto (Foto: Getty Images)

No fim, Hamilton ficou mesmo com o melhor tempo do dia, em 1min39s085, apenas 0s003 melhor que o companheiro Nico Rosberg. Fernando Alonso, Daniel Ricciardo e Felipe Massa fecharam a lista dos dez melhores.

A F1 retorna neste sábado para mais um treino livre e a classificação, que vai definir o grid de largada para o GP dos EUA. A sessão decisiva começa às 16h (de Brasília).

F1, GP dos EUA, Austin, treino livre 2: 

1 44 LEWIS HAMILTON ING MERCEDES 1:39.085   18
2 6 NICO ROSBERG ALE MERCEDES 1:39.088 +0.003 34
3 14 FERNANDO ALONSO ESP FERRARI 1:40.189 +1.104 29
4 3 DANIEL RICCIARDO AUS RED BULL RENAULT 1:40.390 +1.305 30
5 19 FELIPE MASSA BRA WILLIAMS MERCEDES 1:40.457 +1.372 35
6 7 KIMI RÄIKKÖNEN FIN FERRARI 1:40.543 +1.458 32
7 26 DANIIL KVYAT RUS TORO ROSSO RENAULT 1:40.631 +1.546 33
8 20 KEVIN MAGNUSSEN DIN McLAREN MERCEDES 1:40.641 +1.556 37
9 22 JENSON BUTTON ING McLAREN MERCEDES 1:40.698 +1.613 36
10 27 NICO HÜLKENBERG ALE FORCE INDIA MERCEDES 1:40.800 +1.715 25
11 77 VALTTERI BOTTAS FIN WILLIAMS MERCEDES 1:40.828 +1.743 37
12 8 ROMAIN GROSJEAN FRA LOTUS RENAULT 1:41.054 +1.969 31
13 25 JEAN-ÉRIC VERGNE FRA TORO ROSSO RENAULT 1:41.110 +2.025 35
14 11 SERGIO PÉREZ MEX FORCE INDIA MERCEDES 1:41.123 +2.038 35
15 13 PASTOR MALDONADO VEN LOTUS RENAULT 1:41.158 +2.073 37
16 99 ADRIAN SUTIL ALE SAUBER FERRARI 1:41.332 +2.247 33
17 21 ESTEBAN GUTIÉRREZ MEX SAUBER FERRARI 1:41.420 +2.335 33
18 1 SEBASTIAN VETTEL ALE RED BULL RENAULT 1:44.437 +5.352 18
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar