“Empolgado” com futuro da F1, Hamilton promete desafiar novos pilotos

Lewis Hamilton sentiu o poder da nova geração de pilotos da F1 em Interlagos. O britânico sabe que os mais jovens vão eventualmente tomar as rédeas da categoria, mas se prepara para combater a ofensiva por quanto tempo for possível

Lewis Hamilton, já com 34 anos, não pode mais ser considerado um dos jovens pilotos da Fórmula 1. Esse papel cabe a gente como Max Verstappen, Pierre Gasly e Carlos Sainz Jr., trio que formou o pódio mais jovens da história da categoria no GP do Brasil. Com a nova geração se firmando em posição de destaque, o hexacampeão já se prepara para o desafio de seguir no topo da F1.
 
“É inevitável que os mais jovens tomem o controle”, reconheceu Hamilton, questionado pela emissora britânica Sky Sports. “Normalmente há uma onda de jovem talento que consegue alcançar a F1, e acho que a F1 tem muito sangue novo, com muito potencial. Eles são o futuro do esporte. Mesmo que os números mostrem que eu estou um pouco acima, sinto que ainda sou capaz de brigar com esses caras. Fico empolgado para correr com esses caras no futuro. Se a gente conseguir que as equipes fiquem mais próximas, teremos brigar incríveis como as de hoje, e isso seria ótimo”, destacou.
Lewis Hamilton espera um grande desafio contra jovens pilotos (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

Nas brigas de Interlagos, Hamilton levou a pior. O britânico foi derrotado na pista por Verstappen, que apresentou vantagem tanto no ritmo quanto na estratégia. Ao rodar Alexander Albon – outro jovem – nas voltas finais, Lewis foi ultrapassado por Gasly na pista. Ao ser punido em 5s, perdeu o pódio para Sainz e caiu para sétimo.

 
“Foi uma grande corrida, eu curti muito. Fico um pouco chateado com o final porque eu não queria atingir ninguém. Claro, eu estava correndo riscos. Eu dei meu melhor e mais um pouco, pisei fundo. Não tínhamos muito ritmo e, sinceramente, acho que fomos até mais rápidos do que deveríamos. A Red Bull merece de verdade a vitória, eles fizeram um trabalho melhor”, encerrou.
 
Hamilton, apesar do dia negativo, não tem muito com o que se preocupar. O britânico assegurou o hexacampeonato ainda no GP dos Estados Unidos, isso enquanto o título da Mercedes veio no GP do Japão.
 
Paddockast #42
QUEM É VOCÊ NO GP DO BRASIL?

Ouça:

Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube