“Escrupuloso na imparcialidade” e “grande cara”: chefes de equipe elogiam Domenicali

Com Horner, Seidl e Abiteboul como representantes, chefes de equipe da Fórmula 1 elogiaram a escolha de Domenicali antes até da oficialização

A Fórmula 1 terá um novo chefe de equipe a partir de 2021: Stefano Domenicali, antigo chefe da Ferrari e diretor-executivo da Lamborghini, será o CEO e presidente da categoria, designado pelo Liberty Media, começando em 1º de janeiro do ano que vem. Os chefes de equipe da Fórmula 1 se colocaram ao lado do novo chefe.

As entrevistas foram concedidas na quinta-feira em Sóchi, onde a F1 está no GP da Rússia, portanto antes da oficialização. Christian Horner, Andreas Seidl e Cyril Abiteboul, chefes respectivamente de Red Bull, McLaren e Renault, teceram diversos elogios ao italian que tomará o lugar de Chase Carey. O futuro ex-chefão, por sua vez, passará a ser presidente não-executivo.

“A notícia sobre Stefano parece ser um segredo bem aberto. Se ele assumir esse posto, é ótimo para o esporte. Ele é um dos caras legais, como vimos quando competimos contra ele quando estava na Ferrari. Tem muita integridade, é um racer, um competidor, entende o negócio”, disse Horner.

“Óbvio que ele passou a vida no mundo comercial fora da F1 nos últimos anos, mas fez um grande trabalho na Lamborghini e creio que será ótimo para a F1”, apontou.

Com relação à preocupação pela F1 contar com Domenicali como presidente, Ross Brawn como diretor-esportivo e Jean Todt no cargo de presidente da FIA, todos com ampla história na Ferrari, Horner mostrou zero preocupação. Segundo ele, trata-se de uma figura com “escrupuloso na imparcialidade”.

“Olhando para o topo do esporte hoje, com Jean Todt, Ross Brawn e Stefano, parece a Ferrari do meio dos anos 1990 e começo dos 2000, mas não acho que há qualquer viés pró-Ferrari por parte de nenhum deles. Stefano é um grande cara, disputamos diretamente os campeonatos de 2010 e 2012 e ele sempre teve muita integridade”, apontou.

“É um gentleman, vai ajudar o esporte e o Liberty. Entende a F1, e acho que, conforme o esporte evolui, ele trará muita coisa”, elogiou.

Horner e Abiteboul estão do mesmo lado para elogiar Domenicali (Foto: Red Bull Content Pool)

“É grande escolha e alguém a quem daremos suporte para assumir o papel”, colocou Seidl.

“Tenho Stefano em alta conta não somente pela experiência em tantos trabalhos diferentes, mas também pela pessoa que é, seu caráter e por ser um apaixonado pelo esporte a motor. Creio que, com a experiência que tem ao tomar conta de uma pista, em Mugello, vários cargos na Ferrari, até chefe de equipe, diretor-executivo da Lamborghini, então acho que seria uma grande escolha”, apontou.

Abiteboul manteve o nível de cumprimentos.

“Stefano tem muito a oferecer. Estou dizendo o óbvio, mas ele tem muito conhecimento do esporte e de como o esporte pode ajudar as fábricas. Ele provavelmente sabe, por exemplo, o motivo da Lamborghini não estar na F1, então acho que tem uma perspectiva diferente a oferecer. O que nós precisamos é de uma gerência forte, como sempre”, falou.

“Sem ser muito pessimista sobre a direção que as coisas estão tomando, há um número de tópicos na agenda de qualquer um que assume essa posição. Precisamos de alguém forte, comprometido, que conheça o esporte e com um grupo forte ao redor dele. Espero que Chase fique por perto, porque ele tem muito a oferecer também”, terminou.

As atividades de pista em Sóchi seguem no sábado, às 5h (de Brasília), com o terceiro treino livre. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades EM TEMPO REAL.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube