“Estudando opções”: Wolff descarta saída, mas admite deixar chefia da Mercedes

Com decisão a ser tomada junto da família, Toto Wolff contempla deixar chefia das operações do dia a dia Mercedes na Fórmula 1

Qual será o futuro de Toto Wolff? Atualmente diretor-executivo e chefe de equipe da Mercedes, o austríaco revelou que foi sondado para assumir a presidência da Fórmula 1, mas a Ferrari deixou claro que não aceitaria. De qualquer forma, ele deixa claro que contempla a ideia de deixar chefia da equipe, mas não quer se desligar da companhia.

Apesar de ser o chefe do time, Wolff também trabalha supervisionando todas as atividades esportivas da Mercedes como CEO da divisão esportiva da companhia alemã, a AMG. Cada vez mais, entretanto, imagina ficar só com a parte da supervisão e menos das viagens intermináveis de quem comanda o dia a dia da equipe.

“Preciso descobrir o que é melhor para mim e minha família. Não é que eu vá me demitir como chefe de equipe, mas tenho que olhar para o futuro e ver qual a melhor maneira de me envolver na equipe. Não vou deixar a equipe completamente, mas estou estudando outras opções”, afirmou em entrevista à rede de TV inglesa Sky Sports.

Wolff é casado com Susie Wolff, ex-pilota e atual chefe da Venturi, na Fórmula E, desde 2011. Juntos, têm um filho de pouco mais de três anos, Jack. Além dele, o chefe da Mercedes tem dois filhos mais velhos. E a relação mais presente no dia a dia do caçula faz com que leve em consideração passar a adotar horários ainda mais convencionais.

“Tenho muita sorte por ter um filho de três anos e meio e estar vivendo na Inglaterra, porque estou fazendo com ele algo que nunca pude fazer com os mais velhos. Tenho relação fantástica com eles: Benedict terminou o colégio e está indo para a universidade e Rosa está quase lá”, disse.

“As coisas simples, como levar meu filho à creche, buscá-lo e passar os fins de semana juntos me encantam. É algo que descobri agora e nunca pude fazer antes, porque me despedia deles pela manhã e só voltava tarde da noite. Graças a isso minha qualidade de vida aumentou muito, o que me deixa muito feliz”, seguiu.

“Sinto-me muito sortudo por seguir tendo vínculo forte com meus filhos mais velhos: falam comigo quando têm problemas, tentamos nos ver com frequência, mas poder ver meu filho pequeno crescer é algo que não consegui no passado e é muito bonito”, falou.

Diretor da Mercedes desde 2013, Wolff tem contrato só até o fim do ano.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube