F1 já trabalha com adiamento do GP da Austrália e estreia da temporada 2021 no Bahrein

Quarentena obrigatória para toda pessoa que desembarca na Austrália é empecilho gigante e deve impedir Fórmula 1 de iniciar temporada 2021 no país

O calendário de 2021 da Fórmula 1 começa a sofrer os primeiros impactos pela pandemia de Covid-19. O GP da Austrália, esperado para abrir a temporada no dia 21 de março, deve ser adiado por conta das medidas de quarentena de Melbourne, forçando o início do campeonato na semana seguinte, no Bahrein. A informação é da emissora inglesa Sky Sports.

Melbourne, sede do circuito Albert Park, se prepara para receber o Australian Open, de tênis, em fevereiro, e o governo local determinou quarentena de 14 dias para qualquer pessoa que desembarque na Austrália. A restrição torna a corrida de Fórmula 1 inviável, já que forçaria pilotos e equipes a viajarem três semanas antes da corrida, batendo com a pré-temporada, que acontece entre os dias 2 e 4 de março.

O GP da Austrália de 2020 foi cancelado minutos antes do horário previsto para o início do treino livre. A notícia sobre o resultado positivo para Covid-19 de um funcionário da McLaren acendeu o sinal de alerta da Fórmula 1. Além da escuderia britânica, que já havia se retirado da corrida, outras seis equipes — Mercedes, Ferrari, Haas, Alfa Romeo, Williams e Renault — decidiram não correr, enquanto Red Bull, AlphaTauri e Racing Point foram votos vencidos.

Bahrein se prepara para receber abertura da temporada (Foto: Renault)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Além da etapa oceânica, os GPs do Vietnã, China, Holanda, Mônaco, Azerbaijão, Canadá, França, Singapura, Japão, Estados Unidos, México e Brasil também foram cancelados por efeito da pandemia.

O Bahrein deve abrir o campeonato, assim como em 2006 e 2010. O circuito de Sakhir recebeu duas das três corridas finais de 2020, enquanto o GP da Austrália será inicialmente realocado para uma data futura, o que é um problema para a categoria, já que o segundo semestre está congestionado e com diversas corridas consecutivas. A Fórmula 1 planejou um calendário recorde de 23 etapas.

Outra incógnita no calendário é sobre a etapa do dia 25 de abril. Em tese, a data receberia o GP do Vietnã, que foi por água abaixo ainda no ano passado com a prisão de Nguyen Duc Chung, membro do governo de Hanói, por corrupção. Segundo informação do site Motorsport Week, Ímola, na Itália, é a praça favorita a ocupar a data. O histórico circuito recebeu o GP da Emília-Romanha em 2020.

A reportagem também aponta que o GP da China, marcado para 11 de abril, também corre risco de não acontecer na data esperada.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar