F1 já trabalha com adiamento do GP da Austrália e estreia da temporada 2021 no Bahrein

Quarentena obrigatória para toda pessoa que desembarca na Austrália é empecilho gigante e deve impedir Fórmula 1 de iniciar temporada 2021 no país

O calendário de 2021 da Fórmula 1 começa a sofrer os primeiros impactos pela pandemia de Covid-19. O GP da Austrália, esperado para abrir a temporada no dia 21 de março, deve ser adiado por conta das medidas de quarentena de Melbourne, forçando o início do campeonato na semana seguinte, no Bahrein. A informação é da emissora inglesa Sky Sports.

Melbourne, sede do circuito Albert Park, se prepara para receber o Australian Open, de tênis, em fevereiro, e o governo local determinou quarentena de 14 dias para qualquer pessoa que desembarque na Austrália. A restrição torna a corrida de Fórmula 1 inviável, já que forçaria pilotos e equipes a viajarem três semanas antes da corrida, batendo com a pré-temporada, que acontece entre os dias 2 e 4 de março.

O GP da Austrália de 2020 foi cancelado minutos antes do horário previsto para o início do treino livre. A notícia sobre o resultado positivo para Covid-19 de um funcionário da McLaren acendeu o sinal de alerta da Fórmula 1. Além da escuderia britânica, que já havia se retirado da corrida, outras seis equipes — Mercedes, Ferrari, Haas, Alfa Romeo, Williams e Renault — decidiram não correr, enquanto Red Bull, AlphaTauri e Racing Point foram votos vencidos.

Bahrein se prepara para receber abertura da temporada (Foto: Renault)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Além da etapa oceânica, os GPs do Vietnã, China, Holanda, Mônaco, Azerbaijão, Canadá, França, Singapura, Japão, Estados Unidos, México e Brasil também foram cancelados por efeito da pandemia.

O Bahrein deve abrir o campeonato, assim como em 2006 e 2010. O circuito de Sakhir recebeu duas das três corridas finais de 2020, enquanto o GP da Austrália será inicialmente realocado para uma data futura, o que é um problema para a categoria, já que o segundo semestre está congestionado e com diversas corridas consecutivas. A Fórmula 1 planejou um calendário recorde de 23 etapas.

Outra incógnita no calendário é sobre a etapa do dia 25 de abril. Em tese, a data receberia o GP do Vietnã, que foi por água abaixo ainda no ano passado com a prisão de Nguyen Duc Chung, membro do governo de Hanói, por corrupção. Segundo informação do site Motorsport Week, Ímola, na Itália, é a praça favorita a ocupar a data. O histórico circuito recebeu o GP da Emília-Romanha em 2020.

A reportagem também aponta que o GP da China, marcado para 11 de abril, também corre risco de não acontecer na data esperada.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube