F1 oficializa acordo de dez anos e confirma GP de Miami no calendário a partir de 2022

Depois que as autoridades locais chegaram a um acordo com os moradores sobre a vinda do Mundial, era questão de tempo para que a Fórmula 1 oficializasse o acordo. Nesta manhã de domingo, a principal categoria do esporte a motor confirmou que vai correr em Miami Gardens pelos próximos dez anos, a contar de 2022

Assista aos melhores momentos da classificação do GP da Emília-Romanha (Crédito: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Agora é oficial. O GP de Miami vai finalmente entrar no calendário do Mundial de Fórmula 1 a partir de 2022. Na última semana, autoridades locais e membros da sociedade civil de Miami Gardens chegaram a um acordo e aprovaram o novo plano para receber a categoria já na próxima temporada. Assim, era questão de tempo para que o Liberty Media tornasse público o acordo, o que aconteceu na manhã deste domingo (18). Miami Gardens e a Fórmula 1 assinaram um acordo válido por dez anos, com validade a partir do ano que vem.

A entrada de Miami no calendário, bem como uma segunda corrida nos Estados Unidos — com o GP realizado em Austin, no Texas, desde 2012 —, era um sonho antigo não apenas do Liberty Media, mas da F1 como um todo, desde os tempos de Bernie Ecclestone. Mas diferente do Circuito das Américas, as instalações no novo traçado da Flórida serão urbanas, com a pista sendo construída em torno do Hard Rock Stadium.

CIRCUITO; MIAMI; MIAMI GARDENS; 2022; F1; GP DE MIAMI; GP DE MIAMI DE F1;
Posicionamento das curvas do novo circuito urbano de Miami Gardens a partir de 2022 (Arte: F1/Divulgação)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
WEB-STORIRES: o grid de largada do GP da Emília-Romanha!

O circuito terá 5,41 km e 19 curvas, compreendendo um misto de curvas fechadas e trechos de alta velocidade. Ainda não há, no momento, uma data definida para a realização da corrida em 2022. O layout definitivo concluiu um longo processo que resultou, desde quando começaram as tratativas entre F1 e Miami Gardens, na simulação de 36 traçados diferentes. Nas projeções feitas pela categoria, a velocidade máxima alcançada pelos carros vai ser de 320 km/h, enquanto a média horária de uma volta será em torno de 223 km/h.

Miami vai ser a 11ª localidade dos Estados Unidos a receber uma etapa do Mundial de F1 depois de Riverside, Sebring, Watkins Glen, Long Beach, Las Vegas, Detroit, Dallas, Phoenix, Indianápolis — que teve as 500 Milhas de Indianápolis válidas pelo Mundial entre 1950 e 1960, e no circuito misto, entre 2000 e 2007 —, além de Austin, no Texas, que recebe a F1 desde 2012.

Stefano Domenicali, novo presidente e CEO da Fórmula 1, comemorou a chance de finalmente celebrar o acordo para levar o Mundial a Miami.

“Os Estados Unidos são um mercado-chave em crescimento para nós e estamos muito encorajados por nosso alcance crescente nos Estados Unidos, que vai ser ainda mais impulsionado por essa segunda corrida. Estaremos trabalhando em estreita colaboração com a equipe do Hard Rock Stadium e com a FIA para garantir que o circuito ofereça corridas sensacionais, mas também deixe uma contribuição positiva e duradoura para as pessoas da comunidade local”, disse o italiano.

“Somos gratos aos nossos fãs, às autoridades eleitas de Miami Gardens e à indústria do turismo local por sua paciência e apoio ao longo deste processo. Estamos ansiosos para trazer o maior espetáculo do automobilismo no planeta para Miami pela primeira vez na história do nosso esporte”, destacou Domenicali.

MIAMI GP; GP DE MIAMI; POSTER; F1; FÓRMULA 1;
Pôster do novo GP de Miami de F1 para 2022 (Foto: Divulgação/F1)

Tom Garfinkel, nomeado como promotor do novo GP de Miami, ressaltou a capacidade da região para trazer valor à F1 com o segundo evento do calendário em solo norte-americano em 2022.

“O campus de entretenimento do Hard Rock Stadium em Miami Gardens existe para sediar os maiores eventos globais e para beneficiar toda a região da grande Miami, e a corrida de F1 é a maior coisa que poderia acontecer”, disse. “Trabalhamos com designers especializados para criar uma pista que nós, a F1 e a FIA acreditamos que vai proporcionar grandes corridas e esperamos criar as melhores experiências exclusivas para os fãs que reflitam a natureza diversa e dinâmica de Miami”, complementou.

Bem antes do GP de Miami, a F1 realiza neste domingo sua segunda etapa da temporada 2021. A largada do GP da Emília-Romanha de Fórmula 1 está marcada para 10h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Uma hora antes, a edição pré-corrida do BRIEFING aborda, também AO VIVO, tudo sobre a corrida e traz as últimas informações, direto de Ímola. O programa, que vai ao ar na GP TV, o canal do GRANDE PRÊMIO no YouTube, tem a apresentação de Victor Martins e comentários de Pedro Henrique Marum e Fernando Silva.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube