Alonso busca consistência na Alpine após fazer na Rússia “melhor corrida” desde volta à F1

Fernando Alonso considera que sexto lugar na Rússia foi seu melhor desempenho desde retorno à categoria e quer regularidade para buscar mais pontos

Paddock GP #259 faz prévia do GP da Turquia de F1

O tempo que passou afastado da Fórmula 1 não diminuiu o talento de Fernando Alonso. A bordo da Alpine, o piloto de 40 anos pontuou em dez das últimas 11 corridas, sendo que a exceção a não-corrida de Spa-Francorchamps, em que todos os pilotos terminaram em suas posições de largada. O sexto lugar em Sóchi, na opinião do asturiano, foi o ápice da temporada até aqui, quando foi capaz de enfrentar adversários com carros que costumam apresentar desempenhos superiores.

“Acho que o GP da Rússia pode ter sido a minha melhor corrida este ano”, disse o espanhol. “O carro estava competitivo durante a corrida, e as batalhas contra Ferrari, McLaren e Red Bull foram muito acirradas até o fim. Em poucas voltas, subimos algumas posições”, afirmou.

Convidado a relembrar sobre as outras corridas do ano em que acredita ter tido um bom desempenho, o bicampeão destacou duas: a corrida de classificação de Silverstone, onde largou em 11º, subiu para quinto na primeira volta e terminou em sétimo, e o GP da Hungria, no qual a Alpine conquistou sua primeira vitória, com Esteban Ocon, e Alonso foi fundamental para o triunfo, segurando Lewis Hamilton por dez voltas na parte final da etapa.

“A corrida sprint em Silverstone foi divertida e também a Hungria, por razões óbvias”, lembrou o veterano. “Tivemos algumas boas corridas este ano e o mais importante, fomos consistentes. Precisamos manter essa consistência e marcar mais pontos para que o time feche a temporada em alta”, ressaltou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Fernando Alonso travou intensa disputa com Lewis Hamilton no GP da Hungria, vencido por Esteban Ocon (Foto: Alpine)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

No próximo final de semana, entre os dias 8 e 10 de outubro, a Fórmula 1 retoma sua disputa na Turquia. E o Istambul Park traz boas recordações a Alonso, que nunca deixou de pontuar no circuito turco e fez história em batalha travada com o alemão Michael Schumacher, em 2006, em um duelo Renault x Ferrari em que o espanhol conseguiu levar a melhor.

“Tenho boas memórias do GP da Turquia. É um circuito com uma boa mistura de curvas de alta velocidade e oportunidades de ultrapassagem. A curva oito é um desafio único e estou ansioso para estar lá com o carro de Fórmula 1 de hoje em dia. Tive uma batalha divertida com Michael lá em 2006, foi apenas uma entre as muitas que tivemos naquele ano”, encerrou.

Alonso ocupa a décima posição no Mundial de Pilotos, com 58 pontos, 13 a mais do que seu companheiro de equipe, Ocon, o 11º. A Alpine, por sua vez, é a quinta melhor equipe entre os Construtores, com 103 pontos conquistados, uma pequena margem de 19 tentos à frente da AlphaTauri.

LEIA TAMBÉM
Norris revela problemas de saúde mental em ano de estreia na F1: “Me sentia depressivo”
Grosjean se diz “apaixonado” por carro da Indy em primeira temporada e ressalta “liberdade”
Norris diz que conselhos de “ídolo” Hamilton “significam mais” que de outros pilotos

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar