Alonso destaca “dia de treinos mais confortável” do ano na “empolgante” Portimão

Fernando Alonso conseguiu uma boa colocação no segundo treino livre desta sexta-feira (30) em Portugal. O bicampeão do mundo terminou na quinta colocação, seu melhor resultado em sessões desde que retornou à Fórmula 1. O veterano gostou da sua primeira vez no circuito lusitano

Lewis Hamilton liderou a sexta-feira de treinos em Portugal: veja os melhores momentos (Vídeo: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Depois de uma jornada das mais complicadas no GP da Emília-Romanha de duas semanas atrás, Fernando Alonso começou o fim de semana do GP de Portugal tendo motivos para sorrir. O bicampeão mundial fez seu melhor treino livre até agora desde que regressou à Fórmula 1 e foi o quinto mais rápido do treino livre 2. O piloto da Alpine marcou 1min20s220 e terminou a apenas 0s383 do tempo registrado por Lewis Hamilton, o líder do treino livre 2. Pela manhã, Alonso andou mais atrás, foi o 14º e foi superado por Esteban Ocon, seu companheiro de equipe, o décimo no treino livre 1.

Só restou a Alonso comemorar o dia tranquilo de trabalho num circuito em que teve a chance de pilotar pela primeira vez. Portimão agradou demais ao veterano de 39 anos.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Fernando Alonso teve grande performance no treino livre 2 nesta sexta-feira (Foto: Alpine)

“Foi um bom dia de treinos, o mais confortável que tive nesta temporada na comparação com o Bahrein e Ímola. Fiquei feliz com o acerto do carro logo no começo do dia, por isso foquei principalmente em me ambientar ao circuito e, depois, avaliar os pneus ao longo das duas sessões”, declarou.

“Ainda há muitas informações para analisarmos, mas é um bom começo de fim de semana. Gostei de pilotar neste circuito pela primeira vez em um treino de F1, mas acho que o tráfego pode ser um desafio amanhã na classificação. É uma pista empolgante para pilotar, com certeza”, disse Alonso.

Ocon teve desempenho muito parecido com o de Alonso à tarde e marcou volta apenas 0s015 mais lenta na comparação com a do companheiro de equipe. Esteban, que já tem base de comparação no circuito português por já ter acelerado lá na corrida no ano passado, viu uma evolução em termos de aderência depois de ter andado em superfície bastante escorregadia no ano passado.

“Foi um dia bastante sólido para nós, especialmente em termos de quilometragem. Completamos muitas voltas, e isso foi muito bom. Testamos todos os compostos e temos uma boa leitura disso antes da corrida no domingo. Este circuito tem uma pista bem complicada em termos de aderência, mas diria que melhorou na comparação com a temporada passada”, comentou.

“Ainda é um desafio para nós e estamos trabalhando muito para conseguir mais aderência do carro para amanhã”, finalizou Ocon.

A Fórmula 1 volta a acelerar neste sábado em Portimão. A partir de 8h (de Brasília), os pilotos aceleram para o treino livre 3, também com duração de 60 minutos. E às 11h, os competidores voltam à pista para a classificação que vai definir o grid de largada. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP de Portugal de F1. Siga tudo aqui.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube