Alonso diz que problema no freio foi casual, mas crê que pontuar “não era possível”

Na reestreia após duas temporadas fora da F1, Fernando Alonso afirmou que o desempenho não seria suficiente para terminar de qualquer jeito

Hamilton vence na estratégia e pega Verstappen: assista como foi o GP do Bahrein

Fernando Alonso abandonou o GP do Bahrein deste domingo (28) com cerca de 20 voltas para o fim, por conta de um problema nos freios da Alpine. De acordo com o bicampeão, entretanto, mesmo sem a falha terminar provavelmente não seria possível pontuar na abertura da temporada 2021 da Fórmula 1.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Alonso largou no top-10 e ficou lá por bastante tempo até que o ritmo começou a cair e o espanhol foi ficando para trás. Segundo ele, o problema no freio foi porque lá se alojou um pedaço de detrito que estava na pista, nada que possa incomodar para as próximas corridas. O desempenho, sim, precisa melhorar.

“Aparentemente, tivemos alguns destroços no resfriamento dos freios. Foi falta de sorte, porque há um buraco pequeno onde entrar alguma sujeira é casualidade. Temos que aceitar e aprender. Foi divertido ir à pista e correr. Espero que, em Ímola, tudo estará pronto para corrermos novamente”, disse.

Alonso não teve grande retorno (Foto: Alpine)

“Queria terminar a corrida, mas não deu. No fim, os freios causaram o abandono, mas também tínhamos problemas com as baterias na reta. Foi uma corrida que andou em nosso contrapé, mas foi um bom dia. Vivemos divertidos, especialmente as batalhas das primeiras voltas, com isso o coração já bate forte”, seguiu.

“Foi uma pena abandonar. Acho que os pontos não eram possíveis hoje e temos que melhorar para a próxima corrida. Ainda me falta tempo de carro, assim como todos os pilotos que trocaram de equipe. Vettel, Ricciardo, Carlos… Imagina isso multiplicado por dois anos e meio. Suponho que com mais duas corridas estarei mais cômodo”, finalizou.

O campeonato segue apenas na segunda metade de abril, com o GP da Emília-Romanha no dia 18.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar