Hamilton ganha duelo contra Verstappen e vence eletrizante GP do Bahrein de F1

O GP do Bahrein marcou a grande batalha entre os dois melhores pilotos do grid da Fórmula 1. Lewis Hamilton arrancou a fórceps uma vitória que parecia perdida nas voltas finais, segurou a pressão absurda de Max Verstappen e triunfou no excelente GP do Bahrein

Hamilton vence na estratégia e pega Verstappen: assista como foi o GP do Bahrein

Espetacular! Lewis Hamilton conquistou uma vitória incrível na noite deste domingo (28) de GP do Bahrein de Fórmula 1. Com um feito digno dos maiores da sua carreira, o heptacampeão mundial triunfou em meio a uma grande batalha com aquele que desponta como seu maior oponente na atualidade, Max Verstappen. Mesmo sem ter o melhor carro, o britânico de 36 anos segurou a pressão do holandês da Red Bull nas voltas finais e, no peito e na raça, abre a temporada 2021 do Mundial com um triunfo digno daquele que é um dos maiores pilotos da história.

Verstappen teve ritmo bom o bastante para passar Hamilton e assim o fez nas voltas finais. Só que o piloto, ao realizar a manobra na curva 4, excedeu os limites de pista e ganhou muita vantagem contra o concorrente, cenário que fez o diretor de provas da FIA, Michael Masi, pedir para a Red Bull que Max devolvesse a posição. Depois disso, o holandês tentou, mas não conseguiu esboçar outra manobra de ultrapassagem, cruzou a linha de chegada 0s745 atrás de Hamilton e terminou em segundo.

Valtteri Bottas fez uma corrida bastante apagada com a Mercedes e ainda foi ‘derrubado’ por um problema no seu segundo pit-stop. No fim, o finlandês calçou pneus médios para fazer a volta mais rápida da corrida e terminar em terceiro lugar. Lando Norris, com a McLaren, fez grande prova para finalizar em quarto, logo à frente de Sergio Pérez, que pode se considerar vencedor ao finalizar em quinto depois de ter enfrentado problemas e ficar com sua Red Bull parada antes mesmo da largada.

Charles Leclerc, com a Ferrari, foi o sexto, à frente de Daniel Ricciardo, sétimo na sua primeira corrida com a McLaren. Carlos Sainz, agora piloto da Ferrari, marcou seus primeiros pontos vestido com o macacão vermelho e foi o oitavo, sendo seguido por Yuki Tsunoda, que fez grande estreia na F1 com o carro da AlphaTauri. Lance Stroll, com a Aston Martin, completou a lista dos dez primeiros colocados. Por sua vez, Sebastian Vettel foi apenas o P15, enquanto Fernando Alonso abandonou com problemas nos freios traseiros do carro da Alpine.

A Fórmula 1 volta a se reunir dentro de três semanas com a disputa do GP da Emília-Romanha no circuito de Ímola, na Itália.

Saiba como foi o GP do Bahrein de Fórmula 1

Com muito vento e muita expectativa, a Fórmula 1 partiu para a primeira corrida da temporada 2021. 20 pilotos largariam, mas Sergio Pérez abandonou antes mesmo do início da prova. O RB16B do mexicano apagou na volta de alinhamento para o grid de largada. Por conta do problema com o mexicano, a direção de prova determinou um novo procedimento de largada, o que permitiu a ‘Checo’ reiniciar o sistema do carro e começar a corrida no pit-lane.

SERGIO PÉREZ; RED BULL; GP DO BAHREIN; F1; RED BULL;
‘Checo’ Pérez teve problemas no carro antes da largada em Sakhir (Foto: Reprodução)

Depois da volta de alinhamento extra, a corrida começou de vez às 18h07 (horário local). Max Verstappen fez grande largada e manteve a liderança, enquanto Lewis Hamilton ficou em segundo. Ainda nos primeiros metros, Charles Leclerc surpreendeu Valtteri Bottas, passou o finlandês e assumiu a terceira posição. O dono do carro #77 caiu para quarto, seguido por Pierre Gasly, Lando Norris, Daniel Ricciardo, Fernando Alonso, Lance Stroll e Carlos Sainz.

Mas o safety-car deu as caras logo na primeira volta. Nikita Mazepin errou na saída da curva 3, escapou com o carro da Haas e bateu na barreira de proteção. O russo, de longe o pior nome do fim de semana, deu adeus à prova precocemente em Sakhir. Pérez, por sua vez, já ganhava uma posição depois de ter largado do pit-lane. E Sebastian Vettel, depois de ter partido em último no grid (19º com o problema de ‘Checo’), já era o 14º após a primeira volta.

LARGADA; GP DO BAHREIN; F1; FÓRMULA 1;
Max Verstappen manteve a liderança na primeira largada da F1 em 2021 (Foto: Bahrain International Circuit)

Pérez antecipou o seu pit-stop e fez a troca para um novo jogo de pneus médios antes da saída do safety-car da pista, o que aconteceu na volta 4.

Verstappen segurou o pelotão e só acelerou no meio da reta dos boxes. O holandês teve dificuldades para segurar Hamilton, mas permaneceu na liderança. Leclerc permaneceu em terceiro, com Bottas e Norris fechando o top-5. Quem se deu mal na relargada foi Gasly, que perdeu a asa dianteira após disputa com Ricciardo. O francês foi para os boxes para fazer a troca da peça. Outro que teve problemas foi Mick Schumacher, que rodou nas primeiras voltas do seu GP de estreia na Fórmula 1.

A direção de prova acionou o safety-car virtual, que durou pouco tempo, o suficiente para que os detritos do carro da AlphaTauri fossem retirados. Logo em seguida, Bottas deu o bote para ultrapassar Leclerc no fim da reta na abertura da volta 6. Valente, o piloto da Ferrari tentou recuperar a posição e seguiu perto, mas também passou a ser pressionado por Norris e Ricciardo.

Acidente de Nikita Mazepin no GP do Bahrein (Vídeo: F1)

Norris engrossou a batalha com Leclerc e conseguiu fazer a ultrapassagem na nona volta. O monegasco lutou bravamente para retomar a posição, mas teve de lidar com a pressão de Ricciardo. Mais atrás, no seu retorno à Fórmula 1, Alonso era o sétimo, mas foi ultrapassado por Lance Stroll, que fazia boa prova com a Aston Martin. O bicampeão mundial era atacado pelo compatriota Carlos Sainz, em nono com a Ferrari.

Único a ter feito pit-stop até então, Pérez já era o 12º e se aproximava das Alfa Romeo de Antonio Giovinazzi e Kimi Räikkönen. Vettel, por sua vez, continuava irreconhecível e não conseguia sair do 15º lugar. Sainz ganhou a posição de Alonso antes de o bicampeão fazer sua troca de pneus. Na volta seguinte, a 13ª, Norris, Leclerc e Stroll fizeram seus respectivos pit-stops.

No giro seguinte, a Mercedes chamou Hamilton para fazer o pit-stop e arriscar na estratégia ao colocar pneus duros para o segundo trecho da corrida. O heptacampeão falou que a volta de saída para a pista seria “crítica”. Com a rodada de paradas nos boxes, Pérez já aparecia em quinto lugar, enquanto o cálculo matemático da Fórmula 1 previa que Hamilton conseguiria ultrapassar Verstappen por ter um ritmo melhor com os novos pneus.

LEWIS HAMILTON; MERCEDES; GP DO BAHREIN; FÓRMULA 1; F1
Lewis Hamilton assumiu a liderança no Bahrein após pit-stop (Foto: Mercedes)

Enquanto Hamilton acelerava fundo e voava na pista, a Red Bull preferiu manter Verstappen com pneus médios já desgastados. A luta de Lewis era para aplicar o xeque-mate no holandês para sair do Bahrein com a vitória. Pérez pulou para terceiro depois que Bottas fez sua primeira parada e Vettel, em sétimo, lutava com Leclerc pela sexta posição.

A Red Bull chamou Verstappen para os boxes na volta 18, e Hamilton assumiu a liderança no Bahrein. Pérez e Bottas apareciam logo atrás, com o finlandês na luta para retomar o terceiro lugar. O mexicano não conseguiu fazer muito mais e perdeu a posição em seguida.

Pérez antecipou o segundo pit-stop e caiu para P12. Vettel ainda se segurava na pista sem ainda ter feito seu pit-stop e era protagonista de uma divertida disputa com Alonso. E Sainz, que acompanhava logo atrás, passou os dois veteranos. Mas os pneus do carro da Aston Martin, depois de 22 voltas, já estavam muito desgastados, e o alemão tinha problemas para segurar o carro.

SEBASTIAN VETTEL; FERNANDO ALONSO; F1; FÓRMULA 1; GP DO BAHREIN;
A divertida batalha de seis títulos mundiais entre Vettel e Alonso (Foto: F1/Reprodução)

Pérez já era o nono depois de superar Räikkönen, Vettel e Alonso. Lá na frente, Verstappen andava 0s380 mais rápido que Hamilton na volta 23 e reduzia ligeiramente a vantagem do heptacampeão.

Vettel só fez seu pit-stop na volta 26 e caiu para P17 ao voltar para a pista com pneus duros. Hamilton conseguia manter uma vantagem de 3s para Verstappen, enquanto Bottas corria sozinho em terceiro. Norris aparecia em quarto, seguido por Leclerc, Ricciardo e Stroll, que vinha muito pressionado por Pérez na luta pelo sétimo posto.

‘Checo’ não tomou conhecimento do ex-companheiro de equipe e fez a ultrapassagem sobre Stroll para dar sequência à grande corrida que fazia no Bahrein. Já Verstappen, nas voltas seguintes, conseguia se aproximar de Hamilton, já que o heptacampeão perdia performance com os pneus duros. Lewis fez o pit-stop na volta 29 e colocou outro jogo de compostos C2, colocando em dúvida a chance de lutar pela vitória.

FÓRMULA 1; F1; F1 2021; LEWIS HAMILTON; MAX VERSTAPPEN; GP DO BAHREIN;
Max Verstappen e Lewis Hamilton travaram duelo estratégico pela vitória no Bahrein (Foto: Red Bull Content Pool)

Verstappen reassumiu a liderança, enquanto Hamilton voltou 20s atrás do holandês. Bottas era o segundo provisoriamente, mas a Mercedes o chamou para o pit-stop na volta 31. Se a equipe contava com Valtteri para ajudar Lewis, a estratégia deu errado após um problema ao desencaixar a roda dianteira direita.

Alonso encerrou a corrida que marcou seu retorno à F1 precocemente e recolheu para os boxes da Alpine na volta 33 em razão de problemas nos freios do A521. O bicampeão estava atrás do companheiro de equipe Esteban Ocon quando enfrentou a falha no carro francês.

A corrida tinha Verstappen na liderança, seguido por Hamilton, Bottas, Pérez e Sainz na ordem de primeiro a quinto com 20 voltas para a bandeirada. George Russell aparecia em décimo lugar com a Williams e travava luta com Räikkönen. Aguerrido, o britânico segurou até onde deu, mas foi ultrapassado por Kimi, que protagonizou manobra bastante arrojada.

Logo depois, Räikkönen travou grande duelo de gerações com Yuki Tsunoda, que estava na sua corrida de estreia na F1. Com grande ultrapassagem, o japonês assumiu a décima posição depois que Russell fez mais uma parada para troca de pneus.

Quando a corrida se aproximou de 40 voltas, Pérez fez seu terceiro pit-stop e, com pneus médios, partiu para o stint final em busca pelo menos do quarto lugar. Em seguida, Verstappen foi chamado pela Red Bull para colocar pneus duros novos e ir até o final da prova. O holandês voltou à pista e foi para o ataque contra Hamilton nas 15 voltas restantes para a bandeirada.

ESTEBAN OCON; SEBASTIAN VETTEL; F1; FÓRMULA 1; GP DO BAHREIN;
Vettel acertou a traseira da Alpine de Ocon no fim da reta (Foto: Reprodução)

Na abertura do giro 43, Hamilton quebrou o recorde de voltas lideradas na F1, chegando a 5.112, superando, novamente, uma marca histórica que era de Michael Schumacher.

Na parte final da corrida, Vettel cometeu uma ‘barbeiragem’ no fim da reta dos boxes e acertou traseira da Alpine de Ocon. Os dois pilotos seguiram na prova sem maiores problemas, mas Seb sacramentava um péssimo início de ciclo com a Aston Martin.

Depois de deixar para trás os retardatários Vettel e Ocon, Verstappen tinha pista livre para atacar Hamilton. Com sete voltas para o fim, o holandês estava 2s5 atrás de Hamilton. Tudo indicava que a ultrapassagem seria questão de tempo para o piloto da Red Bull retomar a ponta.

Com cinco voltas para a bandeirada, Verstappen estava 1s5 atrás. Hamilton lutou bravamente para se defender e até acabou errando a entrada da reta oposta de Sakhir. No giro seguinte, a diferença era só de 0s5. Max tinha a asa móvel, o desempenho superior dos pneus e do próprio carro da Red Bull para superar o heptacampeão.

Na volta 53, não teve jeito: com ultrapassagem espetacular, Verstappen passou Hamilton na curva 4. Mas a direção de prova entendeu que o piloto da Red Bull ganhou muita vantagem ao exceder os limites de pista naquele trecho e ordenou que o holandês abrisse caminho para Lewis reassumir a ponta. Só que, daí em diante, Max teve enorme dificuldade para segurar um carro bastante arisco, sobretudo no primeiro setor. Nas voltas seguintes, Lewis deu uma aula de pilotagem e direção defensiva para segurar a melhor performance da Red Bull, conquistar uma vitória espetacular e provar por que é heptacampeão mundial de F1.

Fórmula 1 2021, GP do Bahrein, Sakhir, final:

1L HAMILTONMercedes56 voltas 
2M VERSTAPPENRed Bull Honda+0.745 
3V BOTTASMercedes+37.383 
4L NORRISMcLaren Mercedes+46.466 
5S PÉREZRed Bull Honda+52.047 
6C LECLERCFerrari+59.090 
7D RICCIARDOMcLaren Mercedes+1:06.004 
8C SAINZFerrari+1:07.100 
9Y TSUNODAAlphaTauri Honda+1:25.692 
10L STROLLAston Martin Mercedes+1:26.713 
11K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari+1:28.864 
12A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari+1 volta 
13E OCONAlpine+1 volta 
14G RUSSELLWilliams Mercedes+1 volta 
15S VETTELAston Martin Mercedes+1 volta P
16M SCHUMACHERHaas Ferrari+1 volta 
17P GASLYAlphaTauri Honda+4 voltasNC
18N LATIFIWilliams Mercedes+5 voltasNC
19F ALONSOAlpine+24 voltasNC
20N MAZEPINHaas Ferrari+56 voltasNC
      
VMRV BOTTASMercedes1:32.090VOLTA 56
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar