Ferrari revela que abandono de Leclerc foi provocado por acidente na classificação

Depois de muitas especulações a respeito do problema no eixo de transmissão no carro de Charles Leclerc, as dúvidas foram sanadas nesta segunda-feira (24): a falha foi ocasionada, de fato, pela batida do monegasco na classificação do último sábado

Verstappen assume liderança da F1 após vitória: assista aos melhores momentos do GP de Mônaco (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Depois de ter afirmado que o problema no eixo de transmissão da SF21 de Charles Leclerc não havia sido danificado pela batida na classificação do último sábado (22), a Ferrari conduziu uma nova investigação nesta segunda-feira (24) e voltou atrás: segundo um porta-voz da equipe italiana, o problema de Leclerc foi ocasionado devido ao impacto que o monegasco sofreu ao colidir com o muro após o ‘S’ da Piscina na parte final do Q3.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

As regras sobre o parque fechado restringem a quantidade de tempo em que uma equipe tem para inspecionar seu carro após a classificação, com apenas uma hora no sábado antes que o carro seja lacrado. Eles o recebem de volta na manhã de domingo, apenas cinco horas antes da corrida.

Essa segunda janela permitiu que a Ferrari fizesse verificações mais detalhadas, mas não inspecionaram o eixo de transmissão pelo fato de não fazer parte das verificações feitas para esse tipo de impacto – que foi do lado oposto de onde se deu a batida no carro.

Charles Leclerc bateu no final do Q3 e antecipou o fim da classificação (Foto: Beto Issa)

Este foi um caso que a equipe nunca viu antes, de acordo com o porta-voz. Quando eles ligaram o carro na manhã de domingo, o eixo motor estava funcionando, mas quando Leclerc saiu para a pista o eixo de transmissão falhou no meio da volta, o que foi o suficiente para acabar com suas esperanças de participar da prova e aproveitar a pole-position. Vale lembrar que o carro e a caixa de câmbio – onde a equipe acreditava estar o problema – foram liberados horas antes da largada.

A Ferrari disse que revisará seus processos de verificação de componentes associados ao eixo de transmissão para garantir que esses problemas possam ser detectados no futuro.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar