Ferrari confirma que falha que tirou Leclerc em Mônaco foi no eixo de transmissão

Mattia Binotto, chefe da Ferrari, afirmou que o câmbio não foi o componente problemático do carro de Leclerc em Monte Carlo

Charles Leclerc teve problema no câmbio e não conseguiu largar da pole-position (Vídeo: Reprodução/Twitter/Sky Sports)

Charles Leclerc culpou uma falha do câmbio pelo defeito que impossibilitou sua largada no GP de Mônaco do último domingo, mas a Ferrari quer assegurar que não foi esse o caso. De acordo com o chefe Mattia Binotto, o câmbio, que causou preocupação após o acidente do sábado, passou intacto.

De acordo com Binotto, a falha do carro #16 foi no eixo de transmissão e não necessariamente foi causado pela batida de Leclerc que assegurou a pole.

“Como disse no começo, não foi uma falha na caixa de câmbio. Portanto, não houve uma aposta no câmbio e estávamos totalmente confiantes de que o câmbio ficaria bom para a corrida. Mas, novamente, o que aconteceu precisa de uma explicação”, disse à emissora inglesa de TV Sky Sports.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
Pole, Leclerc enfrenta falha de câmbio e fica fora do GP de Mônaco

Leclerc voltou para os boxes e sequer largou (Foto: Reprodução)

“Precisamos entender totalmente o que aconteceu. A falha foi com o eixo de transmissão no cubo do lado esquerdo. Então, não foi um problema de câmbio. Ela foi inspecionada ontem à noite. De alguma forma, acho que o câmbio estava bom”, seguiu.

“Esta área [o eixo de transmissão] não foi verificada porque não estava danificada”, comentou.

“O [problema que aconteceu] foi do lado oposto ao do acidente. Pode não ter nenhuma relação com o acidente. Precisamos entender e analisar cuidadosamente, mas não temos problemas”, finalizou o chefe da Ferrari.

A Fórmula 1 volta em duas semanas para outra corrida de rua: o GP do Azerbaijão.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar