Ferrari vê estratégia correta e só reclama de “pouco tempo para curtir vitória” em Singapura

Mattia Binotto entende que a Ferrari chamou Charles Leclerc e Sebastian Vettel no momento correto para suas respectivas trocas de pneus. Depois dos pit-stops, o alemão tomou a dianteira e partiu para a vitória, o que foi motivo de revolta para o monegasco. O chefe da equipe italiana lamentou pelo fato de que a próxima corrida, já na semana que vem, na Rússia, não permita muito tempo para comemorar

Terceiro fim de semana consecutivo de F1, três poles e três vitórias. A Ferrari está invencível neste período pós-férias da temporada e voltou a festejar um triunfo, mas agora com Sebastian Vettel no GP de Singapura desta noite de domingo (22). O tetracampeão do mundo largou em terceiro lugar, logo atrás de Charles Leclerc e Lewis Hamilton, e veio perto dos dois quando fez seu pit-stop na volta 19, assim como Max Verstappen. Quando Leclerc foi aos boxes para trocar os pneus macios pelos duros, um giro depois, o alemão tomou a dianteira, que acabou se convertendo na primeira vitória em quase 400 dias.
 
O fato de ter perdido a vitória para Vettel causou a revolta de Leclerc, que reclamou muito via rádio durante a corrida. Mattia Binotto, chefe da Ferrari, defendeu a estratégia adotada para seus dois pilotos. A única coisa a lamentar nesta noite de domingo foi o fato de não ter muito tempo para comemorar mais uma vitória. A próxima etapa do Mundial de F1 acontece já no domingo que vem, em Sóchi, na Rússia.
Sebastian Vettel no momento que decidiu o GP de Singapura (Foto: Ferrari)

“É uma pena que sempre seja nos back-to-backs (corridas em sequência). Spa foi seguida por Monza e esta é seguida com a da Rússia. Então é muito pouco tempo para curtir e comemorar, mas muito feliz pela terceira vitória consecutiva e em uma pista completamente diferente, que sabíamos que era de curvas lentas e baixa velocidade, então estamos felizes hoje”, declarou o dirigente ítalo-suíço durante entrevista coletiva.

 
Foi quando Binotto explicou a estratégia adotada nos pit-stops que tanto revoltou Leclerc. “Quando chamamos Sebastian para o pit-stop, Verstappen estava pronto para parar e tínhamos de proteger sua posição. Era a melhor oportunidade para ultrapassar Hamilton. E então, logo depois, fizemos o pit-stop de Charles, o que ficou claro para mim”, disse.
 
“Era a hora certa de fazer a parada de Sebastian. Ele pilotou muito bem com os pneus e isso simplesmente é automobilismo”, ressaltou o chefe da Ferrari, defendendo o fato de ter chamado Leclerc para sua parada uma volta depois de Vettel e não o contrário.
 
“Não poderíamos ter feito o pit-stop de Charles naquele momento porque, se você está liderando a corrida em determinado momento, você não vai parar primeiro. Acho que foi a janela correta para Seb”, defendeu Binotto. “Acho que era a melhor estratégia para conseguir uma dobradinha, fim da história. Foi a decisão correta. Vettel foi muito rápido, assim são as corridas, ele merece a vitória”, assegurou.

Quanto a Leclerc, o chefe da Ferrari entende que não há margem para polêmica. “Entendo que é frustrante para Charles, mas quando ele entender tudo o que aconteceu, tenho certeza de que ele vai entender”.

Por fim, sobre Vettel, Binotto disse que o triunfo em Singapura é a compensação pelo trabalho duro e pelo espírito de equipe do alemão. “Acho que Sebastian sempre esteve muito tranquilo e otimista. Buscava a vitória para ter um impulso, mas não acho que seja um ponto de virada. A vitória é muito importante para ele e para mostrar ao mundo do que ele é capaz”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar