FIA considera citar Vettel ao tribunal por ter jogado carro em cima de Hamilton durante ‘briga de trânsito’ em Baku

Segundo a revista alemã ‘Auto Motor und Sport’, o presidente da FIA, Jean Todt, vai tomar uma decisão a respeito do assunto até o fim de semana, mas não está descartada a possibilidade de apresentar o nome de Sebastian Vettel à justiça desportiva da entidade face à polêmica e à postura diante de Lewis Hamilton no Azerbaijão

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O nome de Sebastian Vettel pode ser novamente citado no tribunal da FIA (Federação Internacional de Automobilismo). Tudo por conta da polêmica e da ‘briga de trânsito’ ocorrida no último domingo (25) em Baku, palco do GP do Azerbaijão. Jean Todt, presidente da entidade, considera apresentar o caso à justiça desportiva e vai tomar uma decisão sobre o assunto até o fim de semana. É o que informa a revista alemã ‘Auto Motor und Sport’. 

 
 
Naquela ocasião, no entanto, Vettel — que não precisou comparecer ao tribunal — escapou de qualquer punição pela ‘boca-suja’, mas o caso ocorrido no Autódromo Hermanos Rodríguez foi diferente do que apresentou o último fim de semana em Baku.
Sebastian Vettel pode ter de encarar o tribunal da FIA depois da polêmica em Baku (Foto: Ferrari)
"Considerando as desculpas sinceras e o forte comprometimento, o presidente da FIA decidiu excepcionalmente não tomar ações disciplinares contra o Sr. Vettel, evitando o envolvimento do Tribunal Internacional da FIA", disse o comunicado da entidade à época do incidente no México.
 
"A FIA sempre vai condenar o uso de linguagem ofensiva no automobilismo, principalmente quando utilizado contra dirigentes ou competidores. Também se espera que todos os participantes do campeonato sejam respeitosos e conscientes do exemplo dado ao público, principalmente à geração mais jovem", seguiu.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O Tribunal Internacional da FIA atua em primeira instância para julgar casos que tenham ou não sido abordados pelos comissários, é formado por 12 membros eleitos pela Assembleia Geral da FIA. O presidente da entidade tem o poder de realizar uma investigação sobre qualquer ação ou conduta de uma pessoa sob a jurisdição da FIA.

 
Diante da investigação, Todt pode escrever um relatório e encerrar o caso ou então submeter a questão ao tribunal para que se julgue conforme o ornamento jurídico da FIA. A punição pode ser de multa, advertência ou mesmo de suspensão, como aconteceu com Romain Grosjean, que ficou fora de uma corrida depois de ter provocado o acidente grave na largada do GP da Bélgica de 2012.
POLÊMICA MOSTRA QUE VETTEL PISOU NA BOLA E HAMILTON FOI MALANDRO EM BAKU

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube