FIA decide permitir uso de carros atuais em eventos promocionais da F1 a partir da temporada 2018

A FIA decidiu permitir o uso de carros atuais em eventos promocionais a partir de 2018. A decisão vem na esteira dos planos dos novos donos da F1, o Liberty Media, que pretende organizar espetáculos ao longo da temporada para promover o campeonato, em algo parecido com o que aconteceu em Londres, em julho

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Em uma prova de que a F1 agora caminha realmente por novos rumos, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) se mostrou mais flexível e vai permitir que as equipes usem carros atuais em exibições de rua para o público. A iniciativa vem na esteira do comando do Liberty Media, que pretende organizar mais eventos promocionais ao redor do mundo, em algo semelhante ao que foi feito em Londres, no mês de julho.

 
O espetáculo realizado na capital inglesa foi o primeiro sob a gestão do grupo norte-americano, que vem trabalhando para atrair novos fãs, só que, devido às regras sobre possíveis testes fora de finais de semana de corrida, a maioria dos carros usados no show datava de 2015. 
 
As regras atuais contêm restrições rigorosas com relação ao uso dos carros. Até agora, além das corridas, testes oficiais e eventos promocionais, como dias de filmagens, as equipes só tinham permissão para usar os modelos novos em dois dias de exibição entre a última corrida da temporada e o fim do ano, e não poderiam percorrer mais do que 15 km. E o show ainda dependia de um "critério exclusivo da FIA e pleno conhecimento de todos os concorrentes".
O F1 Live London, mega evento idealizado pelo Liberty Media, contou com milhares de fãs (Foto: Ferrari)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Como efeito dessa regra, os times usavam os carros somente em eventos comemorativos como as celebrações de título, algo como a Mercedes regularmente fez nos últimos anos. Ainda, por causa dessas restrições, muitas equipes acabaram usando em Londres carros mais antigos, sendo que a Force India e a Haas sequer puderam participar, porque não possuíam modelos disponíveis. A McLaren e a Renault levaram bólidos históricos para o espetáculo.

 
No entanto, o Conselho Mundial da FIA aprovou formalmente a nova regra e vai permitir que os times utilizem carros atuais a partir de 2018. Os modelos de 2017 também poderão ser usados em eventos de exibição. O regulamento foi anunciado nesta quinta-feira (21) após reunião dos dirigentes da entidade que comanda o esporte.
 
Além dos dois dias de exibição já permitidos no regulamento, os carros atuais também poderão fazer parte de outros eventos organizados pelos detentores dos direitos comerciais. Porém, o limite de 15 km será mantido.
’SOLDADINHO’ DA PENSKE?

CASTRONEVES TEM FALTA DE TÍTULO COMO MANCHA NA CARREIRA  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube