FIA dá prazo de duas corridas para Hamilton tirar joias de difícil remoção

Entidade endureceu medidas quanto ao uso de joias dentro do cockpit - que pode resultar até em multa ou penalidade no grid. Hamilton peitou órgão regulador, mas situação parece resolvida

Valtteri Bottas rodou e bateu no TL1 em Miami (Foto: F1 TV)

Depois de Lewis Hamilton peitar a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) após a entidade endurecer suas regras quanto ao uso de joias em corridas, o órgão regulador deu um prazo de duas corridas – em Mônaco, portanto – para que o heptacampeão mundial tire itens corporais de difícil remoção.

“No carro, só uso os brincos e o piercing no nariz, que não dá nem para remover, então parece desnecessário para nós entrarmos nessa briga”, apontou Hamilton, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

LEIA TAMBÉM
+ Hamilton peita FIA por regra “boba” sobre uso de joias: “Se me impedirem, temos reservas”

Depois de FIA endurecer diretriz, Hamilton apareceu na coletiva com três relógios, oito anéis, quatro correntes e dois pares de brincos (Foto: CHANDAN KHANNA / AFP)

O piloto da Mercedes se encontrou com o corpo médico da FIA após conversar com a imprensa. De acordo com o Motorsport, o órgão regulador se defendeu e justificou que as novas diretrizes não visam conter expressões pessoais, e sim, buscam maior segurança dos pilotos.

Com isso, Hamilton prometeu remover todas suas joias para o fim de semana em Miami. Os itens mais complexos de remover podem ser tirados até o GP de Mônaco, daqui duas corridas.

A FIA, em Miami, introduziu uma seção nos formulários de verificação técnica obrigatória – que as equipes devem assinar no registro da etapa. Tais formulários passaram a ter duas passagens extras, delineando as regras estipuladas no Código Desportivo Internacional. As equipes devem declarar que seus respectivos pilotos não usam joias e que suas roupas íntimas de corrida também estão de acordo com os padrões de segurança da entidade – este último item gerou protesto, também, de Sebastian Vettel.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Tais aspectos passam a ser, agora, considerados como parte da inspeção técnica dos carros. O que isso significa, pois? Significa que, se os padrões da entidade não forem atendidos, o registro da equipe poderá ser considerado ilegal. Normalmente, isso resultaria em banimento, mas, neste caso, é mais provável que resulte em multa ou penalidade no grid.

Antes do início do primeiro treino livre no circuito de rua de Miami, o delegado técnico da entidade, Jo Bauer, emitiu uma atualização confirmando que a Mercedes havia “enviado uma folha de autoavaliação completamente preenchida para o GP de Miami de 2022” – indicando, portanto, que a equipe alemã e Lewis Hamilton estão dentro das conformidades para a disputa da etapa.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de Miami AO VIVO E EM TEMPO REAL. Logo mais, o TL2 está marcado para as 18h30 (de Brasília, GMT-3).

FÓRMULA 1 VIRA FESTA EM MIAMI E PALCO DE MANIFESTAÇÕES DE HAMILTON E VETTEL | WGP
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar