Fiscais levam carro quebrado de Verstappen ao pit-lane por estrada fora do circuito

Para evitar uma longa interrupção do TL2, alternativa encontrada foi passear com o carro quebrado por fora do circuito até entrar no pit-lane

Carro de Verstappen é obrigado a pegar estrada ao lado de Ímola para voltar aos boxes da Red Bull (Vídeo: F1)

O dia de Max Verstappen, nesta sexta-feira (16), foi de lamentar bastante. Após ficar atrás da Mercedes no primeiro treino livre, o holandês começava a engatilhar uma volta lançada no TL2 quando teve problemas e parou na pista. A maior notícia ali é como esse carro voltou ao pit-lane: ao lado dos carros, numa estrada normal.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Verstappen vinha com uma volta no TL2 que, aparentemente, colocaria a Red Bull na liderança. Só que o problema no carro, logo após contornar a última curva de Ímola, fez com que parasse metros à frente, na saída do pit-lane. Foi o fim do dia para Max.

A organização acionou o safety-car virtual, mas o carro precisava sair rapidamente daquela zona perigosa para que a ação curta, de apenas 60 minutos, como passou a ser neste ano, fosse retomada. A logística era complicada: o carro precisava viajar toda a pista para voltar ao pit-lane.

Os fiscais, então, tiveram uma ideia diferente: tirar a Red Bull #33 de dentro do autódromo de Ímola. Pelas ruas que ladeiam a pista, a Red Bull caminhou até entrar de volta e retornar aos braços da equipe rubro-taurina.

Inicialmente, a equipe afirmou que o problema não fora de motor ou câmbio, mas mais tarde informou que se tratava de um defeito no eixo da transmissão.

O terceiro treino livre para o GP da Emília-Romanha está marcado para as 6h (de Brasília) do sábado. Mais tarde, às 9h30, a classificação define o grid de largada.

A Fórmula 1 volta à pista neste sábado com o treino livre 3, também com duração de 60 minutos, a partir de 6h (de Brasília), enquanto a definição do grid de largada, a classificação, acontece às 9h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar