Bottas deixa Hamilton para trás e lidera TL2 em Ímola. Gasly é 3º e Verstappen quebra

Assim como aconteceu no treino da manhã, Valtteri Bottas foi o mais rápido do TL2 do GP da Emília-Romanha. O finlandês fez sua melhor marca com pneus médios e superou Lewis Hamilton em 0s010. Pierre Gasly brilhou e ficou a menos de 0s1 da liderança. Max Verstappen, ao contrário, enfrentou problemas no carro

Os melhores momentos dos treinos livres da F1 em Ímola (Vídeo: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Dobradinha de manhã, dobradinha à tarde. A Mercedes deu as cartas nesta sexta-feira (16) de treinos livres do GP da Emília-Romanha de Fórmula 1, em Ímola. No TL2, Valtteri Bottas voltou a ocupar o posto de mais rápido da tabela de tempos ao registrar, com pneus médios, 1min15s551. O finlandês foi 0s010 mais rápido que seu companheiro de Mercedes, Lewis Hamilton, que fez sua melhor marca com compostos macios. Mas quem roubou a cena e brilhou nesta tarde foi Pierre Gasly. Com o carro da AlphaTauri, equipe que corre em casa neste fim de semana, o francês, também com pneus macios, ficou a apenas 0s078 do tempo de Bottas e fechou o top-3 do segundo treino livre.

Quem teve má sorte nesta tarde foi Max Verstappen. Grande candidato a ser o maior adversário de Hamilton na luta pelo título nesta temporada, o holandês enfrentou problemas com o carro da Red Bull ainda nos primeiros minutos da sessão e não passou do 14º lugar na tabela de tempos. No fim das contas, a Ferrari foi melhor que os taurinos nesta sexta-feira de treinos com Carlos Sainz e Charles Leclerc, quarto e quinto, respectivamente, mais rápidos que Sergio Pérez. O mexicano escapou livre de problemas no período vespertino, mas ficou a 0s040 do tempo de Leclerc.

O monegasco, no fim da sessão, bateu sua Ferrari na barreira de proteção da curva Rivazza. Leclerc saiu andando do carro, sem maiores problemas. A direção de prova acionou a bandeira vermelha que, na prática, encerrou o treino.

VALTTERI BOTTAS; MERCEDES; TL2; GP DA EMÍLIA-ROMANHA; ÍMOLA;
Valtteri Bottas foi o mais rápido da sexta-feira de treinos em Ímola (Foto: Mercedes)

Yuki Tsunoda, com o segundo carro da AlphaTauri, foi o sétimo, à frente da McLaren de Lando Norris. Antonio Giovinazzi, piloto da casa, surpreendeu ao colocar a Alfa Romeo em nono, enquanto Lance Stroll fechou o top-10. Fernando Alonso foi o P13 com a Alpine, duas posições à frente da Aston Martin de Sebastian Vettel.

A Fórmula 1 volta à pista neste sábado com o treino livre 3, também com duração de 60 minutos, a partir de 6h (de Brasília), enquanto a definição do grid de largada, a classificação, acontece às 9h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Saiba como foi o treino livre 2 do GP da Emília-Romanha de F1

Sem demora, os pilotos da Fórmula 1 voltaram a acelerar na tarde fria em Ímola — temperatura ambiente de 13ºC e sensação térmica de 12ºC — para o segundo treino livre do GP da Emília-Romanha. A maior parte dos pilotos iniciou a sessão fazendo o uso dos pneus médios, que quase não foram utilizados no treino da manhã.

E com foi os pneus médios que Carlos Sainz, um dos bons nomes do TL1, registrou 1min17s794, tempo que lhe valeu a liderança só por alguns segundos, já que Charles Leclerc passou em seguida a 1min17s076, 0s718 mais rápido que o companheiro de Ferrari.

Logo depois, Valtteri Bottas, pole-position no ano passado e o mais rápido da manhã, se colocou entre os tempos dos dois carros da Ferrari e subiu para segundo, apenas 0s006 atrás da marca de Leclerc. O monegasco melhorou seu tempo para 1min16s705, e depois Lewis Hamilton e Max Verstappen também deixaram Bottas para trás, subindo para segundo e terceiro, respectivamente.

Yuki Tsunoda, último no TL1 depois de ter enfrentado problemas, avançou para o quinto lugar. A tabela, no entanto, seguia bastante movimentada. A Mercedes voltou a encaixar dobradinha com Hamilton e Bottas, tendo o heptacampeão 1min16s227 como melhor tempo. Sainz era o terceiro e Verstappen aparecia em quarto.

MAX VERSTAPPEN; ÍMOLA; GP DA EMÍLIA-ROMANHA; TREINO LIVRE 2;
Max Verstappen enfrentou problemas no começo do TL2 em Ímola (Foto: F1/Twitter)

Mas o holandês enfrentou problemas no carro no fim da volta e encostou na saída do pit-lane. A direção de prova, então, teve de acionar o safety-car virtual.

Quando a sessão retomou seu ritmo normal, Bottas cravou 1min15s551 e voltou à ponta. Pierre Gasly, top-5 pela manhã, encaixou uma boa volta e chegou a subir para segundo, mas Hamilton melhorou sua volta em 0s3 e retomou ao P2. Sainz aparecia em terceiro, enquanto Sergio Pérez vinha em quarto.

CARLOS SAINZ; FERRARI; F1; GP DA EMÍLIA-ROMANHA; ÍMOLA;
Carlos Sainz voltou a andar bem nesta tarde em Ímola (Foto: Ferrari)

A Ferrari foi a primeira equipe a mandar seus pilotos de volta para a pista com pneus macios. Quem mais se destacou nesta sequência de voltas foi Leclerc, que virou 1min15s367. O tempo valeria ao piloto a ponta, mas a direção de prova deletou a marca porque o monegasco excedeu os limites de pista na curva 9. Tsunoda foi outro piloto que teve seu tempo de volta deletado.

Hamilton, Bottas e Pérez também voltaram à pista com pneus macios, assim como Pierre Gasly. O piloto da AlphaTauri, equipe que corre em casa neste fim de semana, fez excelente tempo e subiu para segundo, apenas 0s078 do tempo estabelecido por Bottas.

SERGIO PÉREZ; RED BULL; ÍMOLA; TREINO LIVRE; SEXTA-FEIRA;
A sexta-feira para Pérez não foi das mais fáceis em Ímola (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

‘Checo’ foi outro piloto que também teve seu tempo deletado por ter excedido os limites de pista da curva 9. No giro seguinte, o piloto da Red Bull subiu para sexto, mas 0s860 atrás de Bottas, evidenciando o começo difícil da Red Bull em Ímola.

O fato é que Bottas manteve o seu melhor tempo com pneus médios, enquanto Hamilton aferiu sua marca, 1min15s561, com os macios. Quem estava brilhando também era Gasly, terceiro colocado com a AlphaTauri, mas apenas a 0s078 do tempo do líder da sessão. Só então apareciam Sainz e Leclerc, quarto e quinto, respectivamente, e Pérez. Tsunoda também vinha em boa colocação e era o sétimo.

Na parte final do treino, os pilotos e as equipes dedicaram os minutos derradeiros às simulações de corrida, de modo que a tabela de tempos não teve grandes mudanças. A Mercedes confirmou mais uma dobradinha, mas com Gasly muito perto, AlphaTauri bem como um todo e a Ferrari à frente de uma Red Bull complicada pela jornada atribulada ao longo desta sexta-feira de treinos na Itália.

F1 2021, GP DA EMÍLIA ROMANHA, ÍMOLA, CHARLES LECLERC, FERRARI,
Charles Leclerc escapou da pista e causou um acidente no fim do TL2 em Ímola (Foto: Reprodução/TV)

Quando restavam três minutos para o fim do treino, Leclerc perdeu o controle da sua Ferrari na saída da curva Rivazza e bateu na barreira de proteção. A direção de prova acionou a bandeira vermelha, o que, na prática, encerrou o treino livre 2 nesta tarde.

Fórmula 1 2021, GP da Emília-Romanha, Ímola, treino livre 2:

1V BOTTASMercedes1:15.551 25
2L HAMILTONMercedes1:15.561+0.01026
3P GASLYAlphaTauri Honda1:15.629+0.07830
4C SAINZFerrari1:15.834+0.28330
5C LECLERCFerrari1:16.371+0.82028
6S PÉREZRed Bull Honda1:16.411+0.86025
7Y TSUNODAAlphaTauri Honda1:16.419+0.86826
8L NORRISMcLaren Mercedes1:16.485+0.93423
9A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari1:16.513+0.96225
10L STROLLAston Martin Mercedes1:16.737+1.18625
11E OCONAlpine1:16.817+1.26627
12N LATIFIWilliams Mercedes1:16.823+1.27229
13F ALONSOAlpine1:16.835+1.28427
14M VERSTAPPENRed Bull Honda1:16.999+1.4485
15S VETTELAston Martin Mercedes1:17.092+1.54127
16G RUSSELLWilliams Mercedes1:17.179+1.62831
17K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari1:17.273+1.72227
18D RICCIARDOMcLaren Mercedes1:17.281+1.73024
19M SCHUMACHERHaas Ferrari1:17.350+1.79928
20N MAZEPINHaas Ferrari1:17.857+2.30616

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube