Fórmula 1 flexibiliza regra e permite mais integrantes nas equipes a partir da Bélgica

A partir deste fim de semana, na etapa de Spa-Francorchamps, as equipes da Fórmula 1 vão poder contar com mais dez funcionários no circuito, além de disponibilizar instalações próprias. A única regra que se mantém é a ausência de público na etapa belga

A pandemia da Covid-19 fez a Fórmula 1 mudar algumas coisas dentro do paddock durante um fim de semana de corrida. Sem público, com menos funcionários e instalações padronizadas nos circuitos, a categoria passou pelas seis primeiras etapas do ano. No GP da Bélgica, porém, mudanças devem acontecer, com mais integrantes nos times e estruturas próprias.

Durante as preparações para correr durante a pandemia, a Federação Internacional de Automobilismo e as equipes da Fórmula 1 concordaram em fechar os portões para o público, além de restringir a 80 o número de pessoas em cada time.

Entre essas 80 pessoas permitidas, 60 devem estar associadas a operações no carro e sujeitas a restrições de toque de recolher. Os outros 20 integrantes são pilotos, dirigentes, fisioterapeutas, assessores e qualquer outro funcionário da equipe.

Integrantes da Red Bull presentes em Silverstone comemoram vitória de Max Verstappen no GP dos 70 Anos (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Para o GP da Bélgica, os times concordaram em usar suas próprias instalações e fornecimento de refeições. Com isso, o número de integrantes aumenta para 90 no circuito de Spa-Francorchamps. O novo número foi aprovado em reunião e já adicionado às regulamentações esportivas.

Apesar das mudanças, a presença de público continua proibida no tradicional circuito belga. Será a sétima etapa consecutiva da Fórmula 1 sem fãs presentes nas arquibancadas. A expectativa é que os primeiros torcedores nos autódromos sejam vistos no fim de setembro, durante o fim de semana do GP da Rússia.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube