Fórmula 1 ou nada? Drugovich só tem uma opção para 2024: voltar a correr

No vídeo desta sexta-feira, Evelyn Guimarães analisa o grid da F1 para 2024 após a decisão da Alfa Romeo e os caminhos de Felipe Drugovich

A Alfa Romeo anunciou a renovação do contrato de Guanyu Zhou para a temporada 2024 da Fórmula 1. O piloto chinês seguirá como companheiro de Valtteri Bottas, com Théo Pourchaire permanecendo como reserva. Dessa forma, é mais uma porta que se fecha para Felipe Drugovich no próximo ano.

O brasileiro segue empenhado em encontrar um lugar no grid mais cobiçado do mundo, mas as opções parecem cada vez mais limitadas. Isso porque agora há apenas três assentos sem definição. Um na Williams e dois na AlphaTauri.

No entanto, essas vagas parecem muito distantes. Logan Sargeant é o favorito na equipe inglesa e deve permanecer por mais uma temporada, enquanto a situação na esquadra B da Red Bull deve ser decidida em casa, entre Daniel Ricciardo, Liam Lawson e Yuki Tsunoda.

Portanto, Felipe terá uma escolha difícil pela frente, mas um ponto parece o mais importante: é preciso correr em 2024. A análise é de Evelyn Guimarães.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.