Fórmula 1 realiza treino de emergência antes da sprint do Catar por segurança dos pneus

Uma sessão extraordinária de 10 minutos será realizada antes da classificação para a corrida sprint após a Pirelli constatar um desgaste perigoso nos pneus que completaram mais de 20 voltas no treino livre. A formação do grid de largada para a corrida curta será às 10h20 (de Brasília, GMT-3)

A Fórmula 1 vai realizar uma sessão extra de treino neste sábado (7), antes da classificação para a corrida sprint do Catar. A decisão partiu da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e veio após a Pirelli, fornecedora oficial de pneus da categoria, constatar um desgaste perigoso nos compostos que poderia comprometer a segurança dos pilotos durante as demais atividades do final de semana.

Segundo análise realizada pela fabricante italiana com os pneus que completaram 20 voltas no treino livre de sexta-feira — o único previsto para a etapa até então —, houve uma separação considerável da superfície da camada lateral do pneu e a carcaça do composto. O comunicado emitido pela entidade diz ainda que “um número significativo de voltas adicionais com estes compostos poderia resultar em danos circunferenciais dos pneus, com subsequente perda de ar”.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

A FIA vai revisar os limites de pista em algumas curvas de Lusail (Foto: Williams)

Os jogos que deram menos de 20 giros em Lusail, no entanto, “mostraram uma extensão muito reduzida do problema”, ainda de acordo com a federação. “Este problema provavelmente foi causado pela interferência de alta frequência entre a parede lateral do pneu e as zebras ‘pirâmide’ de 50 mm usadas extensivamente neste circuito”, seguiu.

Duas medidas foram tomadas após o veredito da Pirelli: primeiro, os limites de pista das curvas 12 e 13 serão revisados. Além disso, todos os pilotos farão um treino de 10 minutos às 16h locais (10h de Brasília, GMT-3), para que possam se ajustar às mudanças. A classificação da sprint começará, portanto, às 16h20 locais (10h20 de Brasília).

A FIA ainda assegura na nota que “haverá uma extensa análise dos pneus após a sprint para decidir se serão necessárias mais medidas antes do GP”. E continuou: “Caso o problema seja evidente, emitiremos a seguinte diretriz para o GP de domingo, por questões de segurança: o parâmetro de vida útil do pneu não deve exceder 20 voltas para compostos novos utilizados na corrida. Este número aumentaria para 22 para quaisquer pneus usados colocados durante a corrida para contabilizar as voltas saída e retorno na classificação.”

O órgão regulador também afirmou no texto que, caso seja preciso, “todos os pilotos serão obrigados a realizar pelo menos três pit-stops para troca de pneus durante a corrida”, finalizando com “a Pirelli e a FIA realizarão extensas pesquisas e simulações para estabelecer com total confiança as razões por trás deste problema e trabalhar em soluções para que sejam evitadas no futuro”.

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.