GP às 10: Antes beneficiado, Kvyat passa por ‘moedor de carne’ da Red Bull. E Gasly vai precisar de nervos de aço

Flavio Gomes analisa como o grupo energético acaba com as carreiras dos pilotos na F1 mesmo tão jovens, como é o caso de Daniil Kvyat, e relembra os tantos outros que lidaram com esta situação

O descabelado Flavio Gomes relembra na edição da manhã desta quarta-feira (27) do 'GP às 10' a carreira de Daniil Kvyat na F1. O russo começou impressionando, sendo até melhor que Daniel Ricciardo em 2015, mas entrou numa fase decadente, que encontrou sua maior expressão na batida que provocou em Sebastian Vettel no GP da Rússia de 2016 e que o viu rebaixado à Toro Rosso. Mesmo tão jovem e numa empresa que o pressionou muito, Kvyat não pode reclamar de falta de chance. E que Pierre Gasly tenha a consciência de que o moedor segue em ação.
 
O 'GP às 10' é a série que traz um comentário em vídeo dos jornalistas do GP e convidados especiais sempre às 10h, do dia e da noite.

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

Veja aqui todas as edições do 'GP às 10'.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube