GP às 10 | Corrida de classificação na F1: corrida ou treino? Flavio Gomes explica

A corrida de classificação passa a fazer parte da Fórmula 1 de uma vez por todas neste fim de semana. Antes disso, Flavio Gomes avalia as possibilidades

Austin Hill escapou da confusão e venceu em Knoxville na quarta prorrogação (Vídeo: Nascar)

Depois de meses de discussão, o formato do sprint qualifying – a corrida de classificação – finalmente estreia neste fim de semana, no GP da Inglaterra. E Flavio Gomes aproveita o GP às 10 desta terça-feira (13) para analisar a teoria e responder da melhor forma possível a pergunta de 1 milhão: é classificação ou corrida?

Seja como for, o jornalista pede que todos ao menos deem uma chance ao formato antes de excluir como possibilidade. Opiniões concretas sobre a funcionalidade ou não, sobre se deve ser mantido de maneira sazonal ou para a temporada completa virão somente depois de ver a corrida de classificação acontecer de fato.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

F1 reage após relatório da Comissão Hamilton: “Precisamos aumentar a diversidade”

Após Silverstone, a corrida de classificação volta a dar as caras no GP da Itália, em Monza. Há a expectativa de que a terceira etapa onde o formato será usado seja o GP de São Paulo, mas ainda não há confirmação. Fato é que as pequenas corridas de 100 km passam a fazer parte do Mundial, de vez por todas, a partir do próximo fim de semana.

Por fim, Gomes faz uma homenagem a Carlos Reutemann, piloto argentino vice-campeão mundial de Fórmula 1, morto na última semana. O jornalista lembra que foi ele o primeiro vencedor do GP do Brasil, em 1972.

Assista, curta e compartilhe este vídeo:

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar