GP às 10: Alonso foi mais lento que Williams no GP da Emília-Romanha

Fato de Fernando Alonso ter conquistado um ponto engana ao tentar entender atuação do bicampeão na corrida do fim de semana de Ímola

F1 divulgou imagens da câmera 360ºC do carro de George Russell em forte acidente que envolveu Valtteri Bottas em Ímola (Vídeo: F1/Divulgação)

O GP da Emília-Romanha foi melancólico para Fernando Alonso. O bicampeão mundial, em termos de pura velocidade, foi mais lento que a Williams ao longo do fim de semana. Não há para onde se esconder da realidade: Alonso foi dominado inclusive pelo companheiro de equipe. Pedro Henrique Marum fala disso no GP às 10 da manhã desta sexta-feira (23).

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
Alonso vê dificuldades no GP da Emília-Romanha e admite: “Preciso melhorar”

O piloto da Alpine teve momentos muito positivos no Bahrein, três semanas antes, mas estes não foram repetidos em Ímola. Com um carro ruim da Alpine, Alonso foi pior que Esteban Ocon e nem de longe, rodando em meio a destroços e tudo, parecia ser quem é. A transmissão da televisão até, até certo ponto, escondeu a dificuldade.

O fato de ter pontuado, graças aos abandonos de Bottas, Russell, Tsunoda e as punições da Alfa Romeo entrega um resultado muito melhor do que foi o desempenho. Até um tanto quanto mentiroso para contar a história do fim de semana. Sem meias palavras, é bom deixar claro que ponto veio de maneira totalmente casual.

A Alpine é a maior culpada das dificuldades, claro, porque colocou na pista o carro que, após duas etapas, é o mais decepcionante de 2021, mas esse Alonso de Ímola, absolutamente sem saídas e cartas na manga, não tem muito mais futuro. O Alonso da classificação do Bahrein, sim, ainda tem lenha para queimar. Resta confirmar se Fernando ainda é médico ou se transformou no monstro muito no começo do retorno.

Assista e compartilhe este vídeo:

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar