GP às 10: Verstappen diz que quer destruir Pérez na Fórmula 1 em 2021. Max sentiu?

Max Verstappen abriu 2021 com uma disputa psicológica contra seu novo companheiro de equipe na Red Bull, Sergio Pérez. A postura, diferente do que foi com Pierre Gasly e Alexander Albon, demonstra incômodo, mas também respeito, avaliam Fernando Silva e Pedro Henrique Marum no GP às 10 desta terça-feira (19)

Depois da saída de Daniel Ricciardo em 2018, Max Verstappen vai ter novamente, em 2021, um companheiro de equipe experiente para compartilhar os boxes da Red Bull. Bem diferente do que teve ao lado com Pierre Gasly e Alexander Albon, o holandês sabe que vai ser pressionado por Sergio Pérez, que traz consigo a perspectiva de uma disputa mais parelha neste ano.

Interessante é a forma como Verstappen reagiu: se nos últimos anos o piloto mostrou indiferença sobre quem seria seu companheiro de equipe, logo nos primeiros dias do ano Max avisou: pretende ‘destruir’ Pérez.

O que fica claro é, desde já, a tentativa de desestabilizar o mexicano ao mostrar quem é o dono da equipe, quem é que manda. Só que o Pérez de 2013, quando tinha a mesma idade de Max hoje, na McLaren, talvez poderia sentir. O Pérez de 2021, mais cascudo, experiente, dono de dez pódios e uma vitória, certamente não vai se abalar por isso.

Jogos mentais são tão antigos quanto o próprio esporte a motor. Todo piloto enxerga no companheiro de equipe seu principal adversário. Mas a fala de Verstappen mostra duas coisas também: além do respeito que Pérez impõe, há também a certeza de que o holandês está incomodado por ter ao seu lado um nome de maior peso.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Só que uma dupla formada por Verstappen e Pérez só pode ser boa para a Red Bull. Se nos dois últimos anos Max não teve adversários, desta vez, com o mexicano como companheiro de equipe, o piloto vai finalmente ser pressionado e poderá ir além em termos de performance na F1. O mesmo vale para o próprio mexicano, que lutou contra ninguém nos últimos anos na Racing Point e, depois de Esteban Ocon até 2018, vai voltar a ter um companheiro de equipe à altura.

Pedro Henrique Marum e Fernando Silva debatem no GP às 10 desta terça-feira.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube