GP às 10: Qual destino dos últimos carro e capacete de Senna? Benetton trapaceou? Flavio Gomes responde

Questionado pelos internautas sobre Ayrton Senna, Flavio Gomes comenta sobre mentiras e verdades que ainda povoam o imaginário dos fãs sobre a temporada de 1994. Desde detalhes a respeito da morte do piloto até uma teoria fantasiosa e grotesca espalhada nos últimos anos

Ainda na esteira dos 25 anos da morte de Ayrton Senna, Flavio Gomes responde, no GP às 10 desta sexta-feira, a muitos questionamentos recebidos nas redes sociais sobre nuances daquele ano de 1994. Qual o destino dos últimos carro e capacete de Senna na Fórmula 1? A Benetton trapaceava? Ayrton teve mal súbito antes da batida? Gomes responde inclusive à pergunta sobre a grotesca teoria que diz que um sniper matou o brasileiro: “Chega a ser deprimente. Tese fantasiosa e grotesca”, diz o jornalista.
 
O GP às 10 é a série que traz um comentário em vídeo dos jornalistas do GRANDE PRÊMIO, sempre às 10h (de Brasília), do dia e da noite. Veja aqui todas as edições do GP às 10.
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar