GUIA 2024: Ferrari dá sinais de evolução e organiza casa para receber Hamilton em 2025

Frédéric Vasseur assumiu as rédeas da Ferrari e tem conseguido fazer um bom trabalho de reformulação interna, com direito a carro completamente diferente em 2024 e a contratação de Lewis Hamilton para 2025

A Ferrari chega para a temporada 2024 da Fórmula 1 com todas as atenções voltadas para ela por diferentes motivos. O primeiro deles, obviamente, é por causa da contratação de Lewis Hamilton, que se junta à escuderia a partir de 2025 para formar o casamento do maior piloto com a maior equipe da história do esporte. O outro se deve ao início da nova gestão da equipe, que agora terá um carro “95% diferente” e com mais identidade do novo chefe, Frédéric Vasseur.

É verdade que Vasseur chegou à direção da esquadra italiana no início de 2023. Só que, naquela época, o projeto da SF-23 já estava praticamente finalizado e ainda mantinha a identidade do antigo mandatário, Mattia Binotto. O modelo seguiu, inclusive, com os problemas de desgaste de pneus que foram apresentados na F1-75, carro de 2022.

Relacionadas


Mas, aos poucos, Vasseur foi realizando seu trabalho e dando um novo rumo para a Ferrari. Tanto que o time de Maranello começou a temporada 2023 como quarta força do campeonato, mas terminou a campanha com uma vitória e brigando de igual para igual com Mercedes e McLaren, coladinha na batalha pelo vice.

O início não muito competitivo até deu indício de que a Ferrari teria mais do mesmo que apresentou no período com Binotto e não daria a volta por cima. No entanto, quando a temporada chegou na segunda metade, e os resultados começaram a aparecer, Vasseur explicou que a demora por resultados aconteceu porque precisou ter cautela antes de tomar grandes decisões em um local em que havia acabado de chegar. Faz sentido.

Frédéric Vasseur está fazendo um bom trabalho na reestruturação da Ferrari (Foto: Ferrari)

“Quando você chega à equipe, precisa entender como ela funciona antes de tomar qualquer decisão. Nosso foco principal, e que melhor trabalhamos na temporada, foi na abordagem e na mentalidade. Acho que corremos mais riscos, fomos um pouco mais agressivos, e isso trouxe resultados. Temos de ser ambiciosos e não podemos ter medo de qualquer incidente, e acho que avançamos nesse sentido”, contou o dirigente.

Com o intuito de levar o time de volta ao topo novamente, Frédéric trabalhou para criar um carro completamente diferente em 2024. Modelo esse que o chefe negou o rótulo de revolucionário, mas admitiu que tem potencial para ganhar alguns décimos de desempenho. E essa melhora foi vista durante os testes de pré-temporada, quando liderou dois dos três dias de atividades no Bahrein e imprimiu um espantoso ritmo em simulação de corrida.

Dentre os inúmeros fatores, o ganho de performance está relacionado à redução do peso do carro, que agora está no limite mínimo permitido pelo regulamento. Essa característica de carro leve, inclusive, tem muito da influência de Vasseur. Em 2022, quando liderava a Alfa Romeo, o time baseado em Hinwil apresentou um bom desempenho no começo do campeonato justamente por pesar menos que todas as outras rivais. Além disso, o problema de desgaste de pneus, aparentemente, foi selecionado. Ao menos foi o que garantiu o chefe da Ferrari.

“Com a consistência e o ritmo de corrida, o desgaste [de pneus] que tivemos nos maiores stints estavam em outro planeta em comparação ao ano passado. Ao menos com relação a isso, avançamos, mas agora é uma questão de continuar constantes e rápidos”, disse Frédéric.

Ferrari SF-24 chega com muitas diferenças em relação a SF-23 (Foto: Ferrari)

Charles Leclerc gostou da SF-24 desde o primeiro contato que teve com o modelo durante o shakedown, realizado em Fiorano. O monegasco, inclusive, afirmou que se sentiu muito mais confortável dentro do novo carro da Ferrari e afirmou que é mais fácil de guiar.

“Lembro que no ano passado, depois das primeiras três ou quatro voltas, não fiquei muito feliz com o comportamento do carro. A SF-23 era muito difícil de guiar. A SF-24 parece melhor e deve estar em um lugar melhor”, contou Leclerc.

Mas na visão de Vasseur, apenas o carro competitivo não é o suficiente para fazer a Ferrari voltar ao topo. Para isso, é preciso também adotar uma postura “mais cínica e efetiva” e não ter medo de fazer “escolhas ousadas” durante as corridas.

“Neste ano, temos de começar do ponto que terminamos em 2023, quando estávamos constantemente entre os primeiros colocados, com uma visão de melhorar sempre em todas as áreas. A temporada mais longa da história da Fórmula 1 nos espera, e Charles, Carlos e eu concordamos: precisamos ser mais cínicos e efetivos na maneira como gerenciamos as corridas, fazendo escolhas ousadas para conquistar os melhores resultados possíveis em cada corrida”, contou o chefe.

Frédéric Vasseur levou Lewis Hamilton para a Ferrari (Foto: Reprodução)

Frédéric está se movimentando e trabalhando de forma inteligente para fazer da Ferrari uma equipe vitoriosa novamente. Agora, é preciso juntar todos os esforços e voltar o foco para progredir em 2024 e terminar de arrumar a casa para receber Lewis Hamilton em 2025. Enquanto isso, busca o milagre contra a Red Bull pelas mãos de Leclerc e um Carlos Sainz de aviso prévio.

GRANDE PRÊMIO publica nesta semana um guia completo de tudo que é preciso saber sobre a temporada 2024 da Fórmula 1, que começa no próximo fim de semana, entre os dias 29 de fevereiro e 2 de março, com o GP do Bahrein. O GRANDE PRÊMIO transmite classificação e corrida em segunda tela, em parceria com a Voz do Esporte, na GPTV, o canal do GP no Youtube. Além disso, debate tudo que aconteceu na pista com o Briefing após cada dia de atividade.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.