Gutiérrez se defende de críticas de Wolff e avalia: “Tirar sarro de mim publicamente não é a maneira justa de fazer as coisas”

Esteban Gutiérrez se defendeu e avaliou que Toto Wolff errou ao tirar sarro de sua atuação em Cingapura publicamente. Chefe da Mercedes acusou o mexicano de não facilitar a passagem dos ponteiros quando era retardatário em Marina Bay

Esteban Gutiérrez classificou como “injustos” os comentários feitos por Toto Wolff sobre sua atuação no GP de Cingapura. O chefe da Mercedes acusou o mexicano de não facilitar a passagem de Nico Rosberg e Daniel Ricciardo na reta final da prova em Marina Bay mesmo sendo retardatário.
 
 
Falando à publicação inglesa ‘Autosport’, Gutiérrez se disse desapontado com as declarações de Wolff e avaliou que não é justo que Wolff o transforme em motivo de piada.
Esteban Gutiérrez se queixou das declarações de Toto Wolff (Foto: Haas)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

“Estou muito desapontado por ouvir esses comentários”, disse Gutiérrez. “Tirar sarro de mim publicamente não é a maneira justa de fazer as coisas”, avaliou.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Ele poderia muito facilmente ter vindo até mim e conversado cara a cara e não pelas minhas costas publicamente”, criticou. “Se ele tem algo a dizer, pode vir até mim e falar. Ele sabe que sou uma pessoa aberta, sabe que sou muito transparente. Estou apenas desapontado por ver a maneira como ele falou em público”, insistiu.
 
Ao longo do ano, Esteban se envolveu em polêmicas três vezes: na Hungria, foi punido com 5s por ter segurado Lewis Hamilton — que perdeu a paciência e mostrou o dedo do meio para o rival —; uma semana depois, na Alemanha, foi criticado por Daniel Ricciardo por sua resposta a uma bandeira azul; na Bélgica, uma nova punição, desta vez por atrapalhar Pascal Wehrlein em um treino.
 
“Acho que nenhum chefe de equipe ficaria feliz se seu piloto perdesse muito tempo com bandeiras azuis”, avaliou Gutiérrez. “Se eu estivesse fazendo algo errado, teria sido punido. Simples assim”, lembrou.
 
“Fiz algo errado em Budapeste e fui punido — apesar de apenas ter sido sancionado por conta da reclamação de Lewis”, citou. “Mas não fui punido em Cingapura. Estava fazendo a minha corrida. Eu também estava lutando, então vou continuar do meu jeito”, avisou.
 
“É apenas desapontador o que foi dito. Mas as pessoas podem tirar sarro de mim, podem dizer o que quiser, mas existem regras. Então vou continuar seguindo em frente, com a consistência dos meus resultados mostrando o quão próximos estamos dos pontos, do top-10”, declarou. “Nada vai me parar, vou seguir pressionando e chegar na zona de pontuação vai acontecer. Eu acredito nisso”, concluiu.
PADDOCK GP #46 TRAZ BOB KELLER E DEBATE VITÓRIAS DE FRAGA E PEDROSA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube